Pandora vai eliminar 1.200 postos de trabalho após nova queda nas vendas no primeiro trimestre

A marca de joalharia dinamarquesa Pandora anunciou na terça-feira a sua intenção de suprimir 1.200 postos de trabalho adicionais na Tailândia. Com esta medida, o novo CEO, Alexander Lacik, pretende impulsionar a recuperação das atividades do grupo após uma nova queda nas vendas e lucros no primeiro trimestre.


Coleção verão 209 - Pandora

"A marca, tal como a empresa, atingiu um estágio de maturidade que não está isento de grandes desafios", declarou em comunicado Lacik, que assumiu funções no mês passado.
 
As vendas constantes da maior marca de joalharia do mundo em termos de capacidade de produção caíram 10% nos primeiros três meses do ano, principalmente devido à deterioração das condições econômicas em países como Itália, Reino Unido ou Austrália.
 
O excedente bruto de exploração caiu 12% para 1,5 bilhão de coroas (201 milhões de euros), um nível acima do consenso de 1,3 bilhão de coroas dos analistas consultados pela Reuters .

Como resultado, a ação da Pandora subiu perto de 2,5% no início das negociações na Bolsa de Valores de Copenhaga. Algo que eleva para cerca de 4% os ganhos de valor desde o início do ano, após a queda de 60,7% em 2018 e o recuo de 26,9% em 2017.
 
No ano passado, a Pandora foi afetada pela diminuição das visitas aos centros comerciais na maioria dos países nos quais está presente e pela fraca receção da sua nova linha de joias.
 
Conhecida pelas suas pulseiras de prata, a Pandora afastou o seu anterior CEO, Anders Colding Friis, em agosto, na sequência das duas primeiras advertências emitidas no ano passado pela empresa.

Nomeado em fevereiro, Alexander Lacik está responsável por implementar um programa de redução de custos de 1,2 bilhão de coroas até ao final de 2020, além de amplificar os esforços do grupo em marketing para revitalizar a sua marca e seduzir  especialmente as mulheres.

O corte de 1.200 postos de trabalho anunciado na terça-feira soma-se à supressão de 700 empregos anunciada há três meses.

Traduzido por Estela Ataíde

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.

JoalhariaNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER