×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de fev. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Pandora começa 2022 forte nos Estados Unidos, mas com dificuldades na China

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
11 de fev. de 2022

A empresa dinamarquesa de joias, Pandora, anunciou um "forte e amplo crescimento" para o quarto trimestre e um "aumento de 12% das vendas" em comparação com o último trimestre antes da pandemia, em 2019.


Pandora


A empresa registeou também uma margem EBIT "sólida" de 29,7% no quarto trimestre, impulsionada pela alavancagem operacional. A receita da empresa dinamarquesa totalizou 9,01 bilhões de coroas dinamarquesas (1,2 bilhão de euros) no último trimestre, acima dos 7,89 bilhões de coroas dinamarquesas há um ano.
 
Segundo a Pandora, as suas operações digitais mantiveram os seus bons resultados com um crescimento orgânico de 91% em relação ao quarto trimestre de 2019. A empresa acrescentou ainda que a plataforma Moments continua a ter bons resultados, incluindo com uma coleção de Natal de sucesso, e que o relançamento do Pandora ME foi muito bem recebido, apresentando um crescimento de 57% em relação ao lançamento inicial de 2019.

Mas, o último trimestre não foi perfeito em todo o mundo. Enquanto os Estados Unidos "permaneceram fortes com um crescimento de vendas de 39% em comparação com o quarto trimestre de 2019", os seus resultados na China "não foram satisfatórios e viram-se afetados negativamente pela Covid-19". O "aumento das vendas" foi, na realidade, revertido, visto que caíram 39% em relação ao quarto trimestre de 2019. Mas, a empresa continua a ver "oportunidades significativas de crescimento na China".
 
Além disso, a Pandora registou um crescimento orgânico de 23% na totalidade do ano em relação a 2020 e uma margem EBIT de 25%, com ambos os números a superarem as previsões anteriores. A empresa espera que o seu crescimento "sustentável e rentável" continue e prevê um crescimento orgânico entre 3 e 6% em 2022. Este ponto de vista é apoiado pelo fato de "as operações atuais permanecerem fortes" e a “Pandora ter retomado o caminho do crescimento". Efetivamente, o crescimento orgânico foi de 23% em janeiro de 2022, mas os fechamentos do ano passado implicam em fácil período de comparação.

O CEO Alexander Lacik declarou: “Terminamos 2021 em alta, com receita e vendas recorde no quarto trimestre, e estou satisfeito por podermos aumentar o nosso objetivo de receita para 2023 em cerca de 2 bilhões de coroas suecas. Estou particularmente satisfeito que o nosso forte crescimento tenha sido generalizado nos mercados-chave."

”Os nossos investimentos no âmbito digital estão claramente dando frutos: Moments teve um forte crescimento e nos sentimos encorajados com as novas plataformas de produtos Pandora ME e Brilliance. Com isto, e com a expansão da rede que acelera em 2022, estou confiante de que temos todos os ingredientes para entregar um crescimento sustentável e lucrativo de receita nos próximos anos."

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.