×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de nov. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Palais Galliera apresentará exposição temática "Love Brings Love" em homenagem a Alber Elbaz

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
26 de nov. de 2021

O amor pela moda por parte do falecido e grande Alber Elbaz jamais parece desvanecer-se. O Palais Galliera de Paris anunciou na quinta-feira (25 de novembro) que na próxima primavera realizará uma exposição temática num novo formato e sem precedentes, que recria o desfile de homenagem ao estilista israelita natural de Marrocos radicado em Paris, que foi apresentado em outubro.


Alber Elbaz - DR


Um dos mais importantes espaços de exposição de moda do planeta, o Palais Galliera, planeja celebrar Alber Elbaz, recriando o desfile colaborativo que foi apresentado como homenagem ao estilista no passado dia 5 de outubro, em Paris.
 
Intitulada "Love Brings Love, The Alber Elbaz Tribute Show", a exposição será inaugurada em 5 de março, encerrando em 10 de julho de 2022.

No desfile original ao vivo, 46 designers apresentaram um trabalho conjunto que os próprios criaram, em um gesto de respeito e homenagem pela carreira, influência e profundo impacto no design de Elbaz. Esse desfile também continha uma nova coleção da AZ Factory, a maison de moda recém-fundada pelo designer antes deste falecer em abril, vítima de COVID-19.
 
Encenado no Carreau du Temple, cada uma das 46 maisons e estilistas participantes enviaram looks completos inspirados em Elbaz e na sua assinatura de moda única – cocktails envolventes; vestidos desordenados; glamour abrasador e chique autoconfiante, muitos looks estampados com desenhos e retratos de Alber Elbaz.
 
Ressaltando o respeito com o qual Elbaz foi sempre recebido, tanto pela primeira-dama Brigitte Macron como pela presidente da Câmara de Paris Anne Hidalgo – candidata à presidência contra Emmanuel Macron no próximo ano –, ambas se sentaram na primeira fila, no meio de duas dezenas de estilistas.

 


Na passarela, participaram mestres designers, incluindo Jean-Paul Gaultier, Pieter Mulier, Sarah Burton, Daniel Lee, Charaf Tajer, Gabriela Hearst, Christopher John Rogers, Dries Van Noten, Guo Pei, Nadège Vanhée-Cybulski, Iris Van Herpen, Rosie Assoulin, Chitose Abe, Daniel Roseberry, Simone Rocha, Thebe Magugu, Tomo Koizumi, Donatella Versace, Guram Gvasalia, Viktor Horsting e Rolf Snoeren, Vivienne Westwood e Andreas Kronthaler, Grace Wales Bonner e Glenn Martens.
 
"Cada designer, estabelecido ou emergente, quer seja diretor criativo de uma das maisons patrimoniais ou diretor da sua própria marca, apresentou uma perspectiva sobre o design de moda, as suas dúvidas e a sua tomada de posição a respeito de questões contemporâneas como o ambiente, a diversidade e o gênero", observou o Palais Galliera num comunicado.
 
O museu planeja recriar o desfile, mergulhando os seus visitantes em uma experiência completa, reproduzindo a ordem do desfile, os efeitos, a música e as luzes que tornaram a noite um momento inesquecível na história da moda.
 
A exposição será possível graças à generosa contribuição da AZ Factory e ao apoio da Richemont, a gigante do luxo que financia a maison indie de Alber Elbaz.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.