PVH Corp nomeia Stefan Larsson para recém-criado cargo de presidente

Stefan Larsson está de volta. Dois anos após ter sido demitido da Ralph Lauren, o executivo sueco foi nomeado para o recém-criado cargo de presidente da PVH Corp, informou o grupo norte-americano na terça-feira. Larsson assumirá o cargo a 3 de junho.


Emanuel Chirico, CEO da PVH Corp, e Stefan Larsson - PVH Corp/Twitter

Stefan Larsson irá supervisionar todos os responsáveis das diferentes marcas e regiões da PVH Corp, reportando a Emanuel Chirico, CEO do grupo.
 
"A PVH é uma empresa excepcional, com algumas das marcas de lifestyle mais emblemáticas do mundo. Há muito que admiro as conquistas de (Emanuel Chirico) e da equipe de direção da PVH, com uma tradição de aquisições bem sucedidas, (...) uma reinvenção e uma inovação, plataformas de exploração e um vínculo com os seus clientes sólidos. Estou ansioso por contribuir para a força da PVH e de me juntar a toda a equipe para impulsionar a empresa", declarou Stefan Larsson num comunicado.

"O talento e os resultados operacionais de Stefan fazem dele um grande trunfo para a equipe de direção da PVH", disse por seu lado Emanuel Chirico, cujo mandato foi renovado por cinco anos. "Ele é altamente apreciado pela sua orientação estratégica, a sua liderança comprovada e a sua experiência mundial em transformação e construção de marca num contexto de consumo cada vez mais dinâmico e em constante mudança. Como presidente, estou convencido de que Stefan é particularmente qualificado para dar continuidade ao nosso crescimento mundial liderando com sucesso as nossas marcas e regiões, seguindo a implementação das nossas prioridades estratégicas e gerando crescimento e retornos consistentes para os nossos acionistas."

Após passagens de sucesso pela H&M, onde esteve durante quase 15 anos, e pela Gap (Old Navy), durante três anos, Stefan Larsson juntou-se à Ralph Lauren em 2015. Apresentado como o homem que iria dar um novo ímpeto ao grupo americano, Larsson havia iniciado um plano de transformação. Mas, deixou a gigante do sportswear americana após apenas 18 meses devido a "diferentes visões sobre como renovar a parte criativa e a relação com o consumidor", de acordo com o seu fundador homónimo.
 
Além da Calvin Klein e da Tommy Hilfiger, o portefólio da PVH inclui as marcas Speedo no mercado americano, Van Heusen e Izod. A empresa declarou um volume de negócios 9,7 bilhões de dólares (8,6 bilhões de euros) em 2018, um aumento de 8% em relação ao ano anterior.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosNomeações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER