O maravilhoso baile de monstros da Prada

Isto é o que chamamos de um grande desfile de moda. A última demonstração de estilo Miuccia Prada foi apresentada numa gélida noite de domingo em Milão: um desfile misto com múltiplas referências, das massas aos monstros


Prada - Prêt-à-porter masculino outono-inverno 2019-20 - Milão - Photo: Gorunway.com
 
A principal pensadora da moda italiana, a signora Prada evocou com brilhantismo o ADN da Prada para o inverno de 2019, transmitindo ao mesmo tempo uma subtil mensagem política. E, num período conturbado em toda a Europa, lembrou-nos que a moda também desempenha um papel, ainda que menor, fornecendo um resumo visual das ansiedades de cada época.

Além disso, o mise en scène foi de um talento consumado: uma sala de betão recentemente concluída na Fundação Prada, repleta de arquibancadas vertiginosas e uma gigantesca passarela oblonga, composta de painéis de isolamento acústico em espuma preta - que revelaram ser sítios bastante confortáveis para sentar. A passarela foi iluminada por holofotes e lâmpadas de estilo retro gigantes.

"Pensei nas massas, na grande maioria das pessoas, aqueles que não são ricos, que lutam para pagar as contas e sobreviver, como vivem e se vestem", revelou Miuccia após o desfile depois de posar em frente a um novo logótipo da Prada, feito no mesmo material isolante. Um logótipo numa parede amarela brilhante, o exemplo mais recente da infiltração da revolta francesa dos coletes amarelos em Milão nesta temporada. Já tínhamos visto amarelos parecidos durante o fim de semana em marcas tão distintas como Bottega Veneta e Versace.

Na passarela, os homens desfilaram em fatos sóbrios: calças cortadas acima do tornozelo, casacos e sobretudos lisos apertados na cintura por cintos duplos. Trabalhadora e muito elegante. A sua outra grande ideia foram alguns casacos de safari mágicos, em azul noite ou preto profundo, reinventados em blusões e decorados com bolsos nas mangas. Estes irão certamente desencadear uma grande tendência em todo o mundo.

As primeiras silhuetas femininas também foram enganadoramente simples, como os pequenos vestidos pretos notavelmente bem cortados, com partes de cima que lembravam soutiens. De repente, Miuccia passou mudou de velocidade, injetando uma dose de estilo de filme de terror: estampados representando o rosto de Frankenstein e estranhas flores deformadas utilizados em poderosas saias até ao joelho, combinadas com tops em mohair rosa e bustiers feitos, claro, no tecido de assinatura da Prada, um nylon preto sedoso. E, se as saias plissadas em algodão denso, bordadas com cristais, ficavam fantásticas em Kaia Gerber e Gigi Hadid, também cairão como uma luva em mulheres de negócios duas vezes mais velhas. No fim de contas, uma das maiores forças de Miuccia Prada como designer é que as suas roupas assentam lindamente em mulheres em diferentes etapas das suas vidas.


Prada - Prêt-à-porter masculino outono-inverno 2019-20 - Milão - Photo: Gorunway.com

Elevando as novidades a outro patamar, uma série de grandes acessórios, como as novas mochilas de tamanho médio, com alças e tiras estreitas, ou os super sapatos e botas que lembram pneus de trator.
 
Uma poderosa banda sonora de Frédéric Sanchez incluiu Marilyn Manson, Tuxedomoon e a banda sonora original do filme The Rocky Horror Picture Show.
 
"Eu queria refletir aquilo que penso sobre os nossos tempos. Mesmo que, visto que fazemos moda, seja necessário que tudo isto seja otimista e divertido, e o espetáculo de horror contribuiu para isso", disse rindo Miuccia Prada, vestida com um belo casaco de camurça cor de tabaco, antes de ser engolida pelos fãs. Todos ansiosos por tirar uma fotografia diante da famosa parede amarela.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER