×
Por
Terra
Publicado em
12 de jan. de 2011
Tempo de leitura
6 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Novos estilistas abrem Fashion Rio com "fantasias da moda"

Por
Terra
Publicado em
12 de jan. de 2011

A temporada inverno 2011 da moda carioca definitivamente terá algo novo. Isso porque o Fashion Rio começa com a 13° edição do Prêmio Rio Moda Hype, evento de lançamento de novos nomes da moda em forma de concurso. No dia 10 acontecem, no Píer Mauá, às 19h e às 20h, dois desfiles coletivos, reunindo coleções de 10 estilistas no total. Cada um deles apresentará 10 looks no evento.

Fashion Rio
O estilista Solon Diego Barros Silveira apresenta a coleção "um - homem de fragmentos traz um corpo masculino redesenhado" - Foto: Divulgação
Especial para Terra


A personalidade de cada marca estará alinhada sob o tema Fashion Fantasy (Fantasia da Moda), com inspirações vindas de outros mundos e outras épocas, traduzidas em coleções urbanas.

Temas como cavaleiro medieval, sonhos, samurai, guerreiro urbano, avatares e criaturas exóticas aparecem nos desfiles das marcas, tanto nas masculinas (Alisson Rodrigues, Akihito Hira e Soddi) e as de moda feminina (Julia Valle, Martins Paulo e Lucas Magalhães) como as que criam peças unissex (Frame, Sampler, Dobra e Blash).

Conheça o perfil de cada participante:


Akihito Hira
Origem: Distrito Federal
Formado em ciência da computação e pós-graduado em artes visuais, o estilista de 32 anos apresenta a coleção batizada de Samurai Gendai. Segundo ele, é resultado de uma análise das relações humanas em um futuro não tão distante, no qual as pessoas não se comunicam ou se tocam e usam armaduras corporais, como se estivessem em batalha contra um inimigo invisível. Os tecidos sustentáveis e a tecelagem artesanal foram utilizados como base para coletes e jaquetas-armadura, que se sobrepõem as segundas-peles, que dividem o espaço com bermudas e camisetas tecnológicas.

É a segunda vez que o estilista é selecionado pelo Prêmio Rio Moda Hype, sua primeira participação foi na 12° edição do evento. Akihito Hira comercializa seus produtos no Mercadinho Chic, no Shopping ID, em Brasília.

Júlia Valle
Origem: Minas Gerais
A estilista explora diversos tipos de teclados para criar a coleção. Os movimentos necessários para se escrever palavras em diferentes configurações de teclados definem a modelagem das roupas. Os modelos TNWMLC, Qwerty, o mais utilizado atualmente, e o Dvorak foram inspirações. Segundo Júlia, desta forma, cada roupa carrega uma carga que é só sua, e é a expressão física de um valor abstrato, de um sentimento. Para construir o imaginário estético da coleção, uma máquina de escrever antiga, des(cons)truída em milhares de pequenas partes, cede cores, sons, acessórios e estruturas à coleção.

Formada em Comunicação Social pela UFMG e estilista pela Designskolen Kolding, Julia Valle, 27 anos, atua em diversas áreas aplicadas e já trabalhou ao lado de grandes nomes da moda nacional e internacional. Atualmente, assina as coleções femininas da marca Redley, além de dar continuidade a seu trabalho autoral no ateliê Casa Ramalhete.


Dobra
Origem: Rio de Janeiro
Os estilistas Antonio Guedes, 30, e Raquel Álvarez, 25, estão à frente da marca Dobra, umas das estreantes desta edição. A coleção Metamorfose trata de mudança de conceitos. Eles imaginaram o Rio de Janeiro como uma das capitais mundiais, insetos como animais belos e o estilo europeu misturado ao lifestyle carioca. No desfile, camisetas são combinadas com peças em alfaiataria e estruturas e modelagens diferenciadas são feitas na malharia e em tecidos planos.

Alisson Rodrigues
Origem: Paraná
O designer de moda e especialista na gestão do design pela Universidade Estadual de Londrina já participou de três edições do Prêmio Rio Moda Hype, exerceu a função de estilista e modelista em diversas marcas paranaenses e foi professor de modelagem pelo Senai. Para o próximo inverno, Alisson Rodrigues cria um território onde é necessário sonhar. Lugar por onde transitam as mais diversas histórias e personagens. Idealiza o heroísmo, humaniza a loucura e a busca de ideais como a justiça e a solidariedade. Traduz Don Quixote de La Mancha, criado por Cervantes, sonhado por Dali, traçado por Picasso. Figuras das cidades, do planeta, são fontes de inspiração. Dons Quixotes metropolitanos enfrentam seus dragões cuspidores de fogo. Donzelas são criadas e precisam ser salvas.


Sampler
Origem: Minas Gerais
A marca dos estilistas Aderlize Martins, de 31 anos, e Daniela Escobar, de 28, participam pela primeira vez do Prêmio Rio Moda Hype. Eles apresentam a coleção ¿Doppelgänger¿, inspirada em duplicações, espelhamentos, simetrias e descompassos. A coleção retoma grandes ícones do conforto na moda, propondo modelagens experimentais que duplicam e/ou invertem o sentido de uso destas peças. Na proposta de fusão, vale também cruzamentos entre estilos, transitando livremente entre a elegância sofisticada da alfaiataria e a praticidade despojada da moda esportiva.


Blash
Origem: Pernambuco
Poluição visual e consumismo, mesclada com a arte naïf, que se refere mais a uma tendência estética do que a uma corrente de pensamento, aparecem na coleção da Blash, marca dos estilistas Renata Ramos, de 26 anos, e Beto Lima, 27. Formas justas, com volumes localizados, peças que se misturam entre macacões, vestidos, jaquetinhas, shorts e leggings, com detalhes de sobreposições que causam efeitos visuais diversos, devido às misturas dos materiais utilizados.


Soddi
Origem: Bahia
Estreante no Prêmio Rio Moda Hype, o estilista Solon Diego Barros Silveira, 27, apresenta a coleção "Um homem de fragmentos traz um corpo masculino redesenhado". Inspirada nos andarilhos urbanos, mostra um sujeito camuflado em sua indumentária, que inspira poesia e inteligência. Um homem reconstruído por fragmentos de natureza sentimental e material. Um ser sensível e intelectualizado. Recortes inusitados, volumes pontuados, pregas e franzidos se destacam no desfile.


Estúdio Frame
Origem: São Paulo
A coleção da estilista Patricia Brito, 24, foi batizada de "Be a Flaneur". Fazendo uso de um conceito desenvolvido pelo escritor francês Charles Baudelaire, que faz referência a objetos, lugares, pessoas que o observador comum já não repara, por fazerem parte de uma rotina, ela retrata um andarilho amante das artes, das ruas, uma figura nascida na modernidade, alguém em busca de conhecimento, que leva tudo que tem consigo. Muita malharia se destaca no desfile.

Patrícia é formada em moda pela faculdade Santa Marcelina. Desde 2005, atua na produção de figurinos para cinema e teatro. Patrícia já foi freelancer em desenvolvimento de criação para a marca Adidas e, em 2008, criou a marca Frame, para participar da edição de inverno 2009 do Prêmio Rio Moda Hype.



Martins Paulo
Origem: Piauí
O estilista de 24 anos explora formas justas e amplas em uma só peça. Os recortes remetem a movimentos sinuosos e as misturas de tecidos se destacam, desde os maleáveis, como a malha, até os mais rígidos, como a camurça, o vinil, pelo sintético e tecidos planos. A base da coleção está em mesclar formas arquitetônicas, geométricas e rígidas ao movimento e fluidez da malha. Inspirada, inicialmente, pelo universo dos gatos de rua do musical Cats, o estilista criou peças que remetem a um visual meio punk.


Lucas Magalhães
Origem: Minas Gerais
A coleção Responsive Eye foi desenvolvida a partir de conceitos da Optical Art. Um dos estreantes desta edição, o estilista Lucas Magalhães, de 28 anos, é bacharel em Design Gráfico, especializado em criação e conceito de produto.



Michelle Achkar

Copyright © 2022 Terra. Todos os direitos reservados.