×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de nov de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nike vai demitir 700 funcionários de sua sede em Oregon

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de nov de 2020

A gigante americana de roupas esportivas, Nike, informou na terça-feira (3) que cortará 700 empregos em sua sede em Beaverton, Oregon, até janeiro de 2021, como parte de seus esforços de reestruturação.


A Nike quer priorizar as vendas online. - Instagram: @nikerunning


Anunciados em um processo feito no Escritório de Investimentos da Força de Trabalho da Comissão de Coordenação de Educação Superior de Oregon, os cortes planejados são uma revisão de um relatório anterior da empresa, que estimava cerca de 500 demissões em sua sede corporativa.

Segundo a Nike, 200 dos empregos eliminados estão diretamente relacionados ao fechamento definitivo da creche da empresa.

Nos últimos meses, se tornou comum ver empresas tomando medidas para cortar custos drasticamente na tentativa de lidar com o impacto financeiro da pandemia Covid-19. A Nike, no entanto, conseguiu manter vendas fortes durante a crise da saúde.
 
As demissões anunciadas pela empresa são, em vez disso, parte de uma estratégia de reestruturação que visa redirecionar as operações da empresa para as vendas online diretas ao consumidor. Os esforços para implementar esse plano foram acelerados desde junho devido ao aumento nas vendas de comércio eletrônico que acompanhou a disseminação da Covid-19.

Em julho, a empresa informou que, como parte da estratégia liderada pelo CEO John Donahoe, vai gastar até 250 milhões de dólares com cortes de empregos em todo o mundo. No final de maio, a Nike empregava cerca de 75.400 pessoas, representando uma redução de 1.600 funcionários em relação ao ano anterior.

No primeiro trimestre, encerrado em 31 de agosto de 2020, a Nike registrou receita de 10,6 bilhões de dólares, um resultado bastante estável em comparação com o mesmo período do ano passado. O lucro trimestral da empresa foi de 1,5 bilhão de dólares, ante 1,4 bilhão no mesmo período do ano passado.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.