×
Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
21 de dez. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nike supera estimativas de receitas graças à forte procura na América do Norte

Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
21 de dez. de 2021

A Nike Inc. anunciou na segunda-feira (20 de dezembro) que superou as estimativas de receitas trimestrais, graças à forte procura por seus tênis e roupas esportivas na América do Norte.


As receitas globais da empresa aumentaram 1% para 11,36 bilhões de dólares no trimestre encerrado em 30 de novembro, enquanto analistas esperavam, em média, 11,25 bilhões de dólares - Nike


As vendas da Nike na América do Norte (o seu maior mercado) saltaram 12% no segundo trimestre da empresa, enquanto a reabertura da economia norte-americana e a vacinação deram às pessoas confiança para se retornarem às lojas para comprar tênis de corrida e caminhada.
 
"A Nike está fazendo certo em criar o máximo de inventário possível. A longo prazo, não vejo o ímpeto desaparecer...", disse Jessica Ramirez, analista de varejo da Jane Hali & Associates.

A fabricante de vestuário esportivo disse que o seu negócio de venda direta ao consumidor registrou um recorde de vendas na América do Norte, apesar das restrições de fornecimento relacionadas com a época de festas que obriga o fechamento de fábricas no Vietnam, onde cerca de metade de todo o calçado Nike é fabricado.
 
No entanto, estes problemas de fornecimento foram maiores na Grande China, onde as receitas da Nike caíram 20%.
 
As receitas globais da empresa aumentaram 1% para 11,36 bilhões de dólares (10,06 bilhões de euros) no trimestre encerrado em 30 de novembro, enquanto os analistas esperavam em média 11,25 bilhões de dólares (9,96 bilhões de euros), de acordo com os dados do IBES da Refinitiv.
 
O rendimento líquido da Nike subiu 7% para 1,34 bilhão de dólares (1,19 bilhão de euros), ou 83 centavos (€0,73) por ação, superando as estimativas de 63 centavos (€0,56) por ação.
 

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.