Nike lança suas primeiras camisas NBA para a temporada 2017-18

A diretoria da Nike tem grandes expectativas com este acordo. Em 2015, a marca assinou um contrato para equipar a NBA (até então sob responsabilidade da Adidas) por oito anos a partir da temporada 2017-18. O acordo é um grande investimento, que deve consolidar a posição da empresa americana como líder no mercado do basquete, com as marcas Nike e Jordan.


Camisa do Golden State Warriors feita pela Nike - Nike

A Nike acaba de lançar as suas primeiras camisas NBA. A marca informou que optimizou "peso, forma e estrutura dos uniformes". "As primeiras versões das camisas foram testadas pelos jogadores da NBA, incluindo membros da equipe vencedora do ano passado. Graças aos seus feedbacks, a Nike pôde trabalhar na evolução do design", declarou a marca em comunicado.  "Mudar as cavas, a gola e as laterais permite que os atletas mantenham o foco no jogo", ressaltou a Nike. As camisas também são feitas de um material tecnológico que consiste em fibras têxteis e poliéster reciclado.

Para tirar o máximo proveito dessa parceria, a Nike e as equipes da NBA também têm revisto a abordagem tradicional da criação de uma série de camisas. Como resultado, eles criaram as versões "local" e "visitante". A partir de agora, cada equipe terá quatro tipos diferentes de camisa.

As versões "Association" e "Icon" de cada uniforme serão utilizadas pelas equipes da NBA nas quadras desde o início da temporada. As outras duas versões, inspiradas no espírito dos atletas e nas comunidades apoiadas por eles, serão lançadas nos próximos meses", prometeu a marca.


gora, cada equipe da NBA terá quatro uniformes - Nike

Além das duas anteriores, as equipes da Nike desenvolveram as versões “Classic”: para oito equipes, que vão "celebrar alguns dos uniformes mais emblemáticos da história da liga". Com essas criações, a marca reforça seu merchandising e a diversidade de produtos oferecida aos fãs da NBA.

Em seu último ano fiscal encerrado no final de maio, a Nike viu sua divisão de basquete registrar uma queda de 6% em relação ao ano anterior, embora tenha alavancado vendas de 1.292 milhões de dólares. Jordan, por sua vez, progrediu 13% para 3,099 bilhões de dólares.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

EsporteInovações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER