×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
29 de nov. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nike cancela encomendas dos distribuidores devido aos problemas de abastecimento

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
29 de nov. de 2021

Não havia motivo para a Nike não ser afetada pelas interrupções na cadeia de suprimentos de tênis. Seus grandes concorrentes alemães, Adidas e Puma, que como ela enfrentaram o fechamento de fábricas no Vietnã nos últimos meses e as dificuldades de transporte de mercadorias da Ásia para o resto do mundo, anunciaram esperar a escassez de certos produtos para o período festivo. Além disso, também são esperadas dificuldades para as coleções primavera-verão 2022.


Nike


Em setembro, a Nike levantou preocupações sobre sua capacidade de oferecer suas coleções para o período festivo, já que metade de sua produção de tênis ocorre no Vietnã. Embora a indústria tenha lutado por várias semanas para que varejistas e multimarcas ofereçam os produtos principais da marca nas próximas semanas, o apresentador do podcast americano Full Size Run sobre a cultura do tênis, Brendan Dunne, compartilhou uma mensagem do grupo Nike para um de seus distribuidores.
 
No documento é anunciado o cancelamento da encomenda do cliente em questão: “A Covid-19 continua impactando a cadeia de suprimentos global e criando interrupções no transporte. Devido a esta situação sem precedentes e em constante mudança, lamentamos informar que as encomendas da Nike Future para a primavera de 2022 e para o verão de 2022 e as restantes encomendas para o período festivo de 2021 serão canceladas."

O grupo especifica ainda que o seu sistema de reabastecimento também não funcionará “até nova ordem” e conclui na carta: “Entendemos que esta decisão seja difícil de ouvir. O nosso objetivo é retomar o abastecimento o mais rápido possível”.
 
Embora a direção do grupo Nike tenha anunciado há alguns anos seu desejo de favorecer suas vendas diretas e uma rede limitada de parceiros, o fato de os pedidos de seus distribuidores serem cancelados é preocupante. A marca esportiva é de fato uma protagonista na venda de tênis. Em seu último ano fiscal, encerrado no final de maio, a venda de calçados representou 28 bilhões de dólares.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.