×
162
Fashion Jobs
L'OREAL GROUP
Analista de Business Intelligence Pleno - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
CAEDU
Analista de Controladoria jr
Efetivo - CLT · São Paulo
INTJOBS
Missão Humanitária Internacional de Saúde: Todas as Especialidades
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista CRM pl - Segmentação
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
MARISOL
Auxiliar de Estilo
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
L'OREAL GROUP
Formador(a) Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
MARISOL
Operador Beneficiamento - Acabamento de Malhas
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
CAEDU
Analista de Atração e Seleção jr
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Jovem Aprendiz
Efetivo - CLT · Cajamar
AMARO
Gerente de Loja Campinas
Efetivo - CLT · Campinas
AMARO
Gerente de Loja Porto Alegre
Efetivo - CLT · Porto Alegre
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Hair da)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Operações - Analista de Transporte Outbound
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Coordenador de Jbp - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Fotoproteção)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
MARISOL
Assistente Administrativo - Comunicação Interna
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
Publicado em
4 de mar de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Nicolas di Felice injeta nova vida na Courrèges

Publicado em
4 de mar de 2021

Um retorno bem sucedido às passarelas por parte da Courrèges, agora conduzida pelo  diretor criativo Nicolas di Felice. Com a coleção para o outono-inverno 2021/2022, apresentada na quarta-feira (3 de março) como parte da Semana da Moda de Paris virtual, a famosa maison abre um novo capítulo, com um guarda-roupa fresco, jovem e contemporâneo, sem negar as suas origens.


Minissaia trapézio em vinil - Courrèges


Efeitos gráficos, silhuetas ultra-curtas, linhas geométricas, cores, vinil e couro por toda parte... Encontramos o DNA da emblemática maison, que lançou a moda da minissaia E botas brancas nos anos 60, derrubando os códigos de moda e gozando de grande sucesso durante cerca de 20 anos antes de se tornar mais discreta a partir dos anos 80.

Através de peças pequenas, simples e fáceis de usar, nunca banais e com real atenção aos detalhes, o novo diretor artístico revisitou os códigos da marca com um toque contemporâneo, na linha de André e Coqueline Courrèges, especialmente nos primeiros anos criativos do casal fundador da empresa.

O desfile por si só foi um manifesto dessa nova era, com modelos desfilando em um cubo gigante a céu aberto, vestidas do branco imaculado, na presença apenas de uma câmera ao centro. O espaço La Station - Gare des Mines em Aubervilliers, localizado nos arredores de Paris, foi invadido por alguns jovens no final do desfile, que escalaram as paredes brancas e lisas para se juntar à festa.

Percorrendo casualmente todo o perímetro dessa estética futurista, a jovem Courrèges pareceu ter se projetado diretamente da década de 60 para o mundo de hoje, com naturalidade e confiança. Com boné e moletom com zíper, botas de sete léguas até a altura da coxa, trajes ultra-curtos e grandes óculos escuros, não lhe faltou estilo.

O famoso vestido trapézio com bolsos largos foi oferecido em diversos modelos, misturando um top em jersey stretch com meias em crepe de lã. Disponível principalmente em preto ou branco, mas também em rosa claro e vermelho vivo. O guarda-roupa também revisitou outros grandes clássicos da Courrèges, desde as minissaias trapézio aos casacos curtos, passando por peças de couro ou vinil e pequenos casacos franzidos, às vezes equipados com golas largas forradas.


Mini-vestido com diferentes bolsos - Courrèges


Círculos e quadrados foram usados ​​na parte superior de alguns macacões ou vestidos de crepe de lã. O padrão geométrico da rodada também retornou em vestidos com decotes largos, em tops e calças de couro vazado. Destaque também para os conjuntos de túnicas-calças em malha dos anos setenta, bem como os casacos maiores com grandes xadrez, inspirados numa estampa de 1963.  Sem esquecer o toque vintage, com grandes malas quadradas (sem rodas!) com o logotipo da marca.
 
Após ter sido vendida pelos seus fundadores em 2011, esta é a terceira vez que a grife, propriedade desde 2017 da Artémis, estrutura de investimento da família Pinault, tenta se relançar. Ou seja, trata-se de um grande desafio para o designer belga Nicolas Di Felice, que trabalhou notavelmente com Nicolas Ghesquière na Balenciaga e Louis Vuitton e Raf Simons na Christian Dior,  antes de se juntar à Courrèges.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.