×
Publicado em
27 de jan de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

New York Fashion Week Men's: o que devemos esperar?

Publicado em
27 de jan de 2017

Enquanto a Europa vê chegar ao fim os desfiles masculinos para a temporada outono-inverno 2018, em Nova York, o CFDA, (Council of Fashion Designers of America), organismo que reúne as principais marcas da moda americana, anuncia a mais importante edição até hoje da New York Fashion Week Men's, com 69 designers competindo contra 64 em julho passado.
 
De 30 de janeiro a 02 de fevereiro, a quarta edição do evento receberá no Skylight Clarkson North uma mistura impressionante de criadores, novatos e outros grandes nomes, tendo Raf Simons como destaque no topo do cartaz.

CFDA


Esta temporada é, de fato, aquela da mudança e os desfiles de Nova York não serão exceção. Embora o setor esteja reavaliando a eficácia dos custosos desfiles, pensando cada vez mais na venda direta, ele contesta a validade da tradição que consiste em vender os vestuários de outono durante o verão, preocupando com a fabricação local, a moda dos criadores está mudando com grande velocidade.
 
Na realidade, o planeta fashion se deixa seduzir cada vez mais pelas apresentações unissex. As grandes grifes experimentam novos formatos, ao passo que as marcas emergentes procuram a cada dia novos meios de se fazer notar na cena internacional.

Várias etiquetas, como Public School, simplesmente abandonaram o calendário masculino em benefício de um espetáculo unissex, que ocorrerá durante a Fashion Week feminina de fevereiro.
 
No papel principal, Raf Simons vai apresentar pela primeira vez sua etiqueta homônima em Nova York, na quarta-feira 1º de fevereiro. A Boss participará pela 4ª vez da NYFW Men's com um desfile programado para o fechamento, na quinta-feira, 02 de fevereiro. A Ralph Lauren, por sua vez, anunciou que ia apresentar sua Purple Label durante encontros privados em seu showroom de Nova York.
 
Criadores nova-iorquinos, como Robert Geller, Billy Reid, Patrik Ervell, Rochambeau, Todd Snyder e Ovadia & Sons retornam este ano, dando aos desfiles um ar de autenticidade e uma atmosfera local ao evento.
 
Um dos eventos mais aguardados da semana será constituído das estreias na NYFW de Dinmark, a coleção de streetwear californiana do DJ Steve Aoki, cujo nome é também aquele do seu próprio selo de música.
 
Por fim, Platform 3 oferecerá a possibilidade de descoberta dentro da NYFW de uma seleção de criadores emergentes, que receberão um espaço gratuito, em parceria com a Samsung. Entre eles, para esta temporada: Jahnkoy, You As de Tony Liu, Bode de Emily Adams Bode, Willy Chavarria et Matthew Adams Dolan, assim como etiquetas como Matiere, Garciavelez, Landlord e N-p-Elliott, que não se fazem presente pela primeira vez em uma Fashion Week.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.