Mulberry acelera na Coreia do Sul com desfile em Seul

Mulberry ruma a Seul. Depois do desfile da Tommy Hilfiger em Xangai, é a vez da marca britânica de artigos de couro de luxo investir nas passarelas asiáticas. Durante quatro dias, a marca instala-se na capital da Coreia do Sul no âmbito da operação “Mulberry x Seoul" com uma série de eventos, incluindo um desfile agendado para quinta-feira no K Museum of Contemporary Art, que será transmitido em direto às 20 horas no site oficial da Mulberry e nas redes sociais.


Mulberry celebra a excentricidade britânica em Seul - Instagram

A marca vai apresentar a coleção outono-inverno 2018/19 "Eccentric Sensibility", com a qual o diretor artístico Johnny Coca procurou explorar "uma faceta lúdica e eclética do estilo britânico". É esta excentricidade britânica "gerada pela justaposição de referências históricas e visuais" que a Mulberry quer mostrar ao público coreano. O desfile será seguido por uma festa organizada pelo coletivo de artistas Studio Concrete e a equipa do Trunk, o famoso club de Seul, destacando-se em particular a DJ estrela coreana Peggy Gou.
 
De sexta a domingo, o público poderá mergulhar no mundo da Mulberry através de diversas experiências, entre cocktails british, estúdio de selfies e projeção de filmes. Uma loja temporária estará aberta para a ocasião no museu, onde será possível ganhar presentes e, em particular, uma das exclusivas carteiras Small Harlow da nova coleção. Um modelo que será proposto numa edição limitada para a Coreia durante duas semanas. Paralelamente, as duas concept-stores 10 Corso Como de Seul acolherão também uma seleção de peças da coleção até ao dia 21 de setembro.

"Neste momento, em que nos concentramos no crescimento internacional, este evento vem reforçar a nossa já sólida rede de distribuição na Coreia do Sul. Queremos abrir a marca a este mercado crucial e dirigir-nos mais diretamente a uma geração jovem e curiosa, virada para o digital", disse em comunicado o CEO da Mulberry, Thierry Andretta.
 
A marca criou recentemente com o seu parceiro histórico SHK Holdings uma joint venture na Coreia do Sul, Mulberry Korea, da qual detém 60% de participação, para gerir as suas operações no país. Ambas as partes planejam investir 5,22 milhões de euros. Atualmente, a marca possui 18 pontos de venda neste mercado, incluindo concessões, outlets e duty free, além de e-commerce.
 
Nos últimos anos, a fabricante de bolsas de luxo fortaleceu a sua presença na Ásia com o estabelecimento de várias outras joint ventures: na China, Hong Kong, Taiwan e Japão. Para o ano de 2017/18, encerrado em 31 de março, a casa britânica realizou um volume de negócios de 192,61 milhões de euros, um aumento de 1%, enquanto as vendas a varejo aumentaram 3%, para 150 milhões de euros.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - DiversosDesfiles
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER