×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
23 de fev de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Moncler avança graças às vendas na Ásia

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
23 de fev de 2021

A Moncler experimentou um crescimento de 8% na receita no último trimestre de 2020, uma vez que o aumento nas vendas na Ásia ajudou a compensar a queda nas vendas na Europa.


Moncler


As vendas aumentaram 26% na Ásia e 5% na América, compensando a queda de 13% na Europa (excluindo a Itália, onde o volume de negócios caiu 34%). O ano de 2020 também foi marcado por um boom nas vendas online, que representaram 15% da receita total.

O volume de negócios do período outubro-dezembro, especialmente importante para a marca italiana conhecida pelos seus casacos premium, atingiu 675 milhões de euros.

A empresa disse que se concentrará na integração da marca de streetwear Stone Island em 2021, cuja aquisição foi anunciada em dezembro. Ele também informou que espera que algumas das restrições de circulação impostas para evitar a propagação do coronavírus permaneçam em vigor por grande parte de 2021, o que continuará impactando o fluxo de turistas.

O faturamento anual caiu 11%, para 1,44 bilhão de euros, e o lucro líquido caiu para 300 milhões de euros, melhor que o consenso fornecido pela empresa, que previa um faturamento de 1,39 bilhão de euros e um lucro líquido de 199 milhões de euros.

A marca italiana acrescentou que irá pagar um dividendo de 0,45 euros por ação em 2021, após te-lo cancelado no ano passado devido à crise de saúde. 

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.