×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
22 de fev de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Molly Goddard: Cathy Earnshaw de tafetá em Bethnal Green

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
22 de fev de 2021

Um verdadeiro teste para qualquer grande designer é mostrar um estilo identificável. Esta é também uma das muitas razões pelas quais Molly Goddard - que apresentou um desfile brilhante na Semana da Moda de Londres - se tornou uma das criadoras mais importantes da moda britânica. 


Molly Goddard - outono-inverno 2021/2022 - Moda Feminina - Londres - Photo: Ben Broomfield


Poucos designers em qualquer lugar hoje têm um DNA e um estilo tão instantaneamente detectáveis como Molly Goddard. Ela mostrou isso logo no primeiro look no vídeo que exibiu na noite de sábado (20), segundo dia da Semana da Moda de Londres.
 
Um denso volume de organza vermelha e preta enrugada em forma de crinolina modernista e usada com plataformas douradas Pinball Wizard. Se você visse o visual a 1.000 metros de distância em uma avenida movimentada, ele ainda seria identificado como sendo de Goddard.

Não que Molly tenha medo de desbravar novos terreno - como sua versão punk chique do xadrez do Clã Stewart em um casaco roupão, usado com um lenço Varsity e uma bolsa.
 
E ela conseguiu injetar vigor em sua obra, com vários ternos masculinos em um vídeo misto – como uma combinação de kilt xadrez, suéter Fair Isle e jaqueta Melton Mowbray – novamente usada com plataformas.

Desfile de Molly Goddard para o outono-inverno 2021 


Ela também misturou malhas Gilbert O'Sullivan com vestidos de festa em chiffon em outra combinação inteligente. E conseguiu ser altamente comercial com os casacos de lã feltrados trespassados ​​ultra-elegantes em tons de sorvete.
 
Assim como muitos designers que ficaram confinados nos últimos 12 meses, Goddard mergulhou em suas próprias estantes de livros em busca de inspiração  – misturando elementos dos retratos europeus de Tina Barney, do Goodbye Picasso de David Douglas Duncan e dos interiores de Terence Conran, em um panorama que incluía "pastas de arquivo de uma pesquisa fotocopiada, que compilei ao longo dos últimos 15 anos ou mais".
 
O resultado foi uma coleção de primeira linha, onde o cerne da questão foi uma série de lindos vestidos de baile em tons maravilhosos de tafetá marmorizado, tecidos com fio 100% reciclado, ou seda tangerina e verde-mar. Cortados e franzidos com grande imaginação e apresentando arcos pontiagudos e nós ásperos idealmente posicionados, mostrando o melhor de Goddard.
 
Dito isso, Goddard, assim como alguns designers muito talentosos, ainda não acertou o formato virtual. Este foi um vídeo bastante fraco de modelos se fundindo por trás de uma cortina vermelha opaca e caminhando individualmente por um espaço amarelo, que acabou sendo seu estúdio em Bethnal Green.


Molly Goddard - primavera-verão 2021-2022 - Moda Feminina - Londres - Photo: Ben Broomfield


“Gosto da consistência de expor no mesmo espaço, quase como uma mostra de salão parisiense, mas queria tornar o espaço quente e dourado brilhante. Invernal, mas otimista”, argumentou Goddard. 

No entanto, mesmo com restrições da pandemia, essa fórmula muito simples custou não valorizou a coleção como deveria. Um pequeno problema, no entanto, dado o quão bela, otimista e lisonjeira é a coleção. Além disso, os penteados tinham um ar convenientemente excêntrico e selvagem estilo Morro dos Ventos Uivantes, combinado com uma maquiagem pêssego de boneca.

Em suma, uma grande declaração de moda de Molly Goddard, uma designer que cria impulso, ideias e tendências e melhora sua reputação a cada desfile.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.