×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
29 de set. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Moda é a sexta indústria mais poluente do mundo

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
29 de set. de 2022

Um novo relatório aponta a moda como uma das indústrias mais poluentes do mundo e, embora a boa notícia seja que ocupa apenas o sexto lugar na lista, a má é que a quantidade de poluição que a indústria gera continua a ser enorme, apesar dos esforços ser mais sustentável e respeitosa com o planeta.


Image: Pexels


O estudo, do grupo londrino de escritores "amigos do clima" The Eco Experts, sublinha que as idústrias mais poluidoras em termos de emissões anuais de gases de efeito estufa são a energia, o transporte, o fabricação e a construção, a agricultura, a venda varejista de alimentos, a moda e a tecnologia.
 
O documento cita a McKinsey & Company, que diz que a indústria da moda emite aproximadamente a mesma quantidade de gases de efeito estufa por ano que todas as economias da França, Alemanha e Reino Unido juntas.

Também indica que isso se deve a cinco razões principais. Uma delas é o uso de materiais baratos, já que a indústria utiliza grande quantidade desses materiais juntamente com corantes tóxicos para criar suas roupas, “o que a torna uma das maiores poluidoras de água potável”. O relatório atribui grande parte do problema ao poliéster, visto que este "é criado usando combustíveis fósseis e liberta microplásticos no sistema de água quando lavado".
 
Outro grande problema é o fato da indústria de confecção de vestuário depender de fábricas localizadas em países asiáticos, que geralmente funcionam com carvão e gás.

Além disso, o seu elevado consumo de água é um problema importante, já que a indústria utiliza 93 bilhões de metros cúbicos de água por ano. "Até mesmo tecidos os naturais podem ser um problema na indústria da fast fashion", acrescentou, dizendo que para criar uma única camisa de algodão são necessários cerca de 3 mil litros de água.
 
O transporte é outro problema, já que o envio de pedidos online contribui consideravelmente para as emissões anuais. As emissões combinadas dos serviços de entrega nos Estados Unidos, como FedEx, UPS e Postal Service, são aproximadamente equivalentes às emissões anuais de gases de efeito estufa de 7 milhões de carros.
 
E, claro, o desperdício é um problema considerável. Com o aumento do volume de negócios das roupas induzido pela fast fashion, 85% dos têxteis acabam anualmente no lixo.
 
O grupo apela a impulsionar o aluguel, a revenda e o reparo, algo que também é fomentado por grandes e pequenos nomes do setor.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.