Minas Trend reduz custos, mas espera crescer 40% em relação a 2018

Em sua 24ª edição, o Minas Trend vai abrir o calendário da moda nacional de 9 a 12 de abril, apresentando as tendências da Primavera/Verão 2020 no Expominas, em Belo Horizonte. Esta edição promete ser um divisor de águas do evento, que, pela primeira vez, poderá ser sustentável financeiramente. Há 11 anos, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) bancava a realização, mas este ano houve um corte de custos de 42% em relação ao ano passado, segundo o presidente da entidade, Flávio Roscoe. 


Minas Trend: evento reúne salão de negócios e desfiles - Divulgação

Segundo Flávio Roscoe, a expectativa, no entanto, é de um número recorde de expositores. “Estamos trabalhando a racionalização do orçamento, mas sem perder a qualidade em relação à edição passada”, disse. “Com isso o evento entra na era sustentabilidade e pode começar a alçar voos mais altos”, pontuou.

E são desejos de momentos de otimismo, descontração e de uma moda democrática que inspiram o tema desta edição: "Em dias de sol".

“O verão tem cores e formas que nos inspiram e trazem uma renovação e crença na vida e na moda”, comenta o diretor-criativo do Minas Trend, Ronaldo Fraga.

Ao todo, 17 estilistas foram selecionados por Ronaldo Fraga para apresentar seus trabalhos um dia antes da abertura oficial do evento, somente para convidados, no pavilhão do Expominas. Cada marca leva para a passarela cinco looks, mostrando as novidades dentro dos segmentos de vestuário, calçados, bolsas, joias e bijuterias. 

"A seleção desses nomes é feita em cima daqueles que apostam no caminho da autoria independente das tendência internacionais”, explica Fraga. São eles: A.Gots, Anne Est Folle, Camila Akemi, Candê, Carlos Penna, Fe-Lis, Jardin, Jessica Andrade, Libertees, m.AKT, Miêtta, Moon, Nouveau Jour, Nuu Shoes, Pauzzi, Victoria e Virginia Barros. O grupo de designers também participa do salão de negócios do evento. 

Já no line-up oficial, estão previstos desfiles de grandes nomes da moda como as mineiras Patrícia Motta e Fátima Scofield e a Skazi, que retorna ao line-up. Também, apresentações relâmpago de marcas acontecerão em dois dias, às 15h, e serão abertos ao público. Confira a programação completa aqui.

Segundo um estudo da Fiemg, há 9.750 empresas na cadeia produtiva da indústria da moda em Minas, que empregam mais de 125 mil pessoas. A balança comercial do estado no segmento fechou o ano passado com saldo positivo de US$ 50 milhões. 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaSalões de Moda
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER