×
Por
UseFashion
Publicado em
4 de dez. de 2013
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Michelle Kauffmann fala do Projeto Museu da Moda

Por
UseFashion
Publicado em
4 de dez. de 2013

Com especialização em História e Museologia da Moda pelo Fashion Institute of Technology, Michelle Kauffmann atualmente trabalha com na coordenação de Acervo e Conteúdo da Casa da Marquesa de Santos com o Projeto Museu da Moda da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro.

Casa da Marquesa de Santos, em São Cristovão, Rio de Janeiro


Conversamos com Michelle que nos contou sobre a profissão de quem trabalha com gerenciamento de museus e exposições de moda. Confira:

UseFashion: Qual é a importância e a relevância dos museus e dos acervos de indumentária para o mercado da moda atual?
Michelle Kauffmann: Os acervos e os museus que colecionam indumentária têm importância crucial, pois estabelecem um lastro de produção e criação. Ajudam a definir e disseminar a cultura da moda global e também de uma cultura especifica. O acúmulo sistemático de roupas, acessórios e têxteis é essencial não só para nos dar noção da progressão evolutiva de estilos, mas também para estabelecer de forma definitiva o pensamento de moda como patrimônio cultural.
 
UseFashion: Os acervos e as exposições exigem um processo de cuidados quanto à conservação e planejamento. Como se dá este trabalho?

Michelle Kauffmann: É um trabalho minucioso e, sobretudo, técnico. Trata-se de um trabalho perene, constatando sempre o estado das peças, se estão em processo de degradação, se as costuras estão integras, se estão mofando etc. A conservação deve proteger o objeto, estabilizando-o, com metodologias de acondicionamento, manuseio e controle ambiental. Já a exposição, demanda um trabalho especializado, a manequinagem. A manequinagem engloba um conjunto de técnicas para expor a roupa adequadamente. Trabalha para encontrar tanto a verdadeira intenção do criador quanto o corpo que um dia habitou aquela roupa. A manequinagem recria o visual proporcional da roupa, dá ao espectador a sensação de fluidez que temos quando vestimos uma roupa que nos cabe perfeitamente. A manequinagem é sempre individualizada, mas faz uma diferença importantíssima e dá credibilidade à exposição.
 
UseFashion: Como você vê que as exposições estão sendo vistas e encaradas pelo público e profissionais da área?
Michelle Kauffmann: A moda é comum a todos e por isso interessa mais. As pessoas se sentem parte desse contexto e integradas às exposições que tratam dos costumes e das roupas. A moda tem esse quê agregador, que é muito contemporâneo. As mostras de moda mundo afora trazem um público imenso e também diverso, que não tinham o habito de frequentar museus. Já os profissionais da área, vejo-os super interessados nas exposições, ora por ter acesso à historia, que sempre qualifica o olhar e o saber, ora por desejarem também ter seus trabalhos futuramente expostos. 

UseFashion: Como funciona a rotina de quem gerencia museus e/ou exposições?
Michelle Kauffmann: É um trabalho encantador, pois trata da memória das pessoas e das coisas. Lidar com objetos de valor cultural e histórico e pensar maneiras de torná-los acessíveis ao publico é realmente um privilégio. Sobretudo por ser um trabalho que se inicia no Brasil, é também desafiador.

UseFashion: Quais são os desafios das instituições culturais que preservam a história da moda?
Michelle Kauffmann: Guardar, tratar e expor roupas exige grandes e permanentes investimentos. As roupas ocupam espaço em reservas técnicas, não podem ser expostas por longos períodos, o manejo é complexo. Outra questão importante é a escassez de profissionais especializados nessa tipologia de objeto. Tratamos de patrimônio, de nossa memória coletiva, é trabalho que requer muito treinamento e experiência.  O profissional que deseja enveredar por esses caminhos precisa estudar museologia, história e cultura de moda, além da gestão cultural.
 
Fotos: Divulgação

Copyright © 2022 UseFashion. Todos os direitos reservados.