×
1 082
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Analista fp&a i - Gestão de Verbas Comerciais
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Coordenador(a) de Compras de Eventos
Efetivo · São José dos Pinhais
RENNER
Product Owner (po) - Omnichannel
Efetivo · São Paulo
FARFETCH
Product Manager (Ecommerce Experience) - Farfetch Platform Solutions
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Especialista ii Treinamento Comercial Venda Direta - Franschising
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Compradora de Projetos Júnior - Híbrida - PR
Efetivo · São José dos Pinhais
MARISOL
Analista de CRM - São Paulo
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Gerente sr Comercial Lojas Boti (Nordeste)
Efetivo · Brasília
RENNER
Content & Performance Manager
Efetivo · São Paulo
VIVARA
Analista de Compliance Senior
Efetivo · São Paulo
MARISOL
Analista de CRM
Efetivo · Jaraguá do Sul
VIVARA
Analista de CRM sr
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace – Onboarding de Sellers
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace - Atendimento e Pós-Vendas
Efetivo · São Paulo
PUMA
Retail District Manager
Efetivo · São Paulo
RENNER
Coordenador de CRM
Efetivo · São Paulo
CALZEDONIA GROUP
Vendedora - Calzedonia
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Tecnico de Qualidade
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Consultora de Vendas o Boticario - Nova Iguaçu - rj
Efetivo · Nova Iguaçu
GRUPO BOTICARIO
Especialista l - Analytics e bi (Afirmativa Para Talentos Diversos)
Efetivo · Curitiba
AVON
Gerente de Desenvolvimento da Rede Itinerante
Efetivo · SÃO PAULO
VIVARA
Vendedora - Shopping São Bernardo Plaza - São Bernardo do Campo /sp
Efetivo · São Bernardo do Campo
Publicado em
16 de jun. de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Michael Kors desiste do desfile de setembro

Publicado em
16 de jun. de 2020

Michael Kors reabre o debate sobre o calendário da moda. O designer de Nova York anunciou que não desfilará em setembro, mas apresentará sua coleção entre meados de outubro e novembro  através de um formato ainda indefinido. Esse distanciamento das passarelas pode continuar até fevereiro de 2021.


Último desfile de Michael Kors para a temporada outono-inverno 2020-21 - © PixelFormula


A ideia da marca é voltar a produzir a sua linha Michael Kors Collection com a apresentação de duas coleções por ano, uma para a primavera-verão e outra para o outono-inverno, para permitir "uma abordagem mais racionalizada na loja". Esta decisão surge em um momento em que a pandemia de COVID-19 trouxe à tona as distorções do atual sistema de moda com os seus ritmos frenéticos e o excesso de produção, criando uma consciência entre os estilistas.

"Há muito tempo acredito que o calendário da moda deve mudar. Estou empolgado em ver o diálogo aberto dentro da comunidade da moda no calendário - de Giorgio Armani a Dries Van Noten, Gucci e Saint Laurent e os principais varejistas do mundo - sobre como podemos desacelerar o processo e melhorar a maneira como trabalhamos. Todos já tivemos tempo para pensar e analisar as coisas, e acho que muitos concordam que é hora de adotar uma nova abordagem para esta nova era", afirmou Michael Kors em comunicado.


Michael Kors - outono-inverno 2020 - Moda Feminina - Nova York - © PixelFormula


As entregas de produtos serão programadas para chegar gradualmente às lojas ao longo de cada estação, para atender às necessidades dos clientes o máximo possível, diz a marca. "É imperativo dar ao consumidor tempo para absorver as entregas de outono, que chegarão em setembro, e não confundi-los com um excesso de ideias adicionais, novas temporadas, produtos e imagens" , explica o designer.

Segundo ele, setembro e março devem permanecer "meses-chave para lançar o início da campanha de vendas ao consumidor". "É quando os principais conteúdos editoriais e de mídia são publicados, o clima começa a mudar e as pessoas estão prontas para absorver novas coleções e novos produtos que podem usar e comprar imediatamente", observa. Michael Kors está, portanto, reavaliando a forma como apresentará a coleção outono-inverno ao público e à imprensa, "provavelmente entre março e abril".


Michael Kors - primavera-verão 2020 - Moda Feminina - Nova York - © PixelFormula


A marca americana se organizará para vender a coleção aos varejistas antes que ela seja apresentada ao público e à imprensa, permitindo que a cadeia logística e de produção tenha tempo para fabricar e distribuir o produto. O objetivo é criar um ritmo mais saudável.

Giorgio Armani foi um dos primeiros a convidar o mundo da moda a reagir, a "consertar o que está errado", "remover o supérfluo" e "encontrar uma dimensão mais humana". No processo, Saint Laurent anunciou no final de abril que se retiraria do calendário de moda parisiense de 2020 "para seguir sua própria agenda". Em maio, foi a vez de Alessandro Michele, diretor artístico da Gucci, explicar que adotaria seu próprio ritmo, especificando que não faria desfile em setembro, mas participaria da Semana da Moda Digital de Milão, em julho.


Michael Kors - primavera-verão 2020 - Moda Feminina - Nova York - © PixelFormula


Ao mesmo tempo, o designer belga Dries Van Noten e a jovem estilista francesa Marine Serre lançaram um manifesto assinado por muitas marcas menores e revendedores (entre outros, Chloé, Thom Browne, Y/Project, Lemaire, Alexandre Mattiussi, Nordstrom, Bergdorf Goodman, Selfridges e Harvey Nichols) pedindo mudanças reais com produção, viagens e promoções  reduzida, além de desfiles mais ecológicos.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.