México, Argentina e Brasil têm as ruas comerciais mais caras da América Latina

Cidade do México, Buenos Aires e Rio de Janeiro abrigam as ruas comerciais mais caras da América Latina, de acordo com o relatório Main Streets Across the World 2018, elaborado pela consultoria imobiliária Cushman & Wakefield.


A rua Flórida, em Buenos Aires, é a segunda rua comercial mais cara da América Latina. - Web Ciudad de Buenos Aires

A primeira posição do ranking é ocupada pela Avenida Presidente Masaryk, no México. O aluguel de instalações na avenida mexicana é de 1.063 dólares por metro quadrado ao ano.

A segunda rua comercial com o aluguel mais caro da América Latina é a Flórida, em Buenos Aires. O preço do aluguel na rua argentina é de 774,4 dólares por metro quadrado ao ano; enquanto no terceiro lugar do ranking da Cushman & Wakefield está a rua Garcia D’Ávila, no Rio de Janeiro, cujos aluguéis custam em torno de 746,3 dólares por metro quadrado ao ano.

Segundo o jornal BAE Negócios, apesar de ocupar o segundo lugar no ranking latino-americano, a rua Flórida não está em seu melhor momento, pois 9,9% da rua está desocupada, um dos níveis mais altos já registrados, uma vez que historicamente ele se situava em 3%.

Por outro lado, a rua mais cara do mundo é, pela primeira vez, Causeway Bay, em Hong Kong, com um preço máximo de aluguel de 24.606 euros (cerca de 28.000 dólares) por metro quadrado ao ano. O segundo lugar é ocupado pela Quinta Avenida, em Nova York, cujo preço máximo de aluguel é de 20.733 euros (cerca de 23.600 dólares) por metro quadrado ao ano; e no terceiro lugar está a New Bond Street, em Londres, com um aluguel de 16 071 euros (cerca de 18 300 dólares) por metro quadrado ao ano.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaBelezaDistribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER