×
Publicidade
Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
13 de nov. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Marijn Dekkers renuncia ao cargo de presidente da Unilever

Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
13 de nov. de 2019

Marijn Dekkers renunciou "com efeito imediato" ao seu cargo de presidente do conselho da Unilever, que ocupava desde 2016, para se concentrar no seu trabalho à frente da Novalis LifeSciences, conforme anunciou a fabricante holandesa de produtos de consumo, que nomeou Nils Andersen como novo presidente.


Marijn Dekkers renunciou com efeito imediato ao seu cargo como presidente do conselho da Unilever - Unilever


"Marijn optou por deixar a presidência para poder se concentrar nas suas crescentes responsabilidades como fundador e presidente da empresa de investimentos e consultoria Novalis LifeSciences, embora continue a servir a empresa como diretor não executivo", disse a empresa proprietária dos sabonetes Dove ou dos sorvetes Magnum.
 
"A minha decisão de renunciar foi difícil, mas espero ver a Unilever fortalecer-se sob a presidência de Nils", declarou Dekkers.

Nils Andersen ingressou no conselho da Unilever em abril de 2015 e faz atualmente parte do Comitê de Auditoria. Entre 2007 e 2016, ocupou o cargo de CEO da empresa dinamarquesa A.P. Moller - Maersk e foi presidente e CEO da Carlsberg entre 2001 e 2007.

Além disso, Andersen ocupa a presidência da AkzoNobel desde abril de 2018 e é diretor não executivo da BP, além de ocupar a presidência da empresa privada Salling Group.
 
Nesse sentido, o executivo dinamarquês planeja deixar os seus cargos na BP e no Salling Group em março de 2020, antes da assembleia geral de acionistas da Unilever.
 
"Estou muito orgulhoso por me terem pedido para suceder a Marijn e estou ansioso por trabalhar com o conselho e a equipe da Unilever para apoiar o crescimento contínuo da empresa", declarou Andersen.

Copyright © 2021 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.