×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
12 de jul. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Marcolin reforça presença comercial na China com abertura de filial em Xangai

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
12 de jul. de 2021

Marcolin acrescenta uma nova filial à sua rede, que já tem 13 em todo o mundo, incluindo na Europa (Benelux, DACH, França, Itália, Países Nórdicos, Espanha, Reino Unido), Rússia, Américas (Estados Unidos, Brasil), Ásia (Hong Kong, Singapura) e Austrália (Sidney).  A empresa também conta com duas joint ventures (México, EAU) e distribui os seus produtos em mais de 125 países.


Novo escritório da Marcolin em Xangai - Divulgação

 
Para fortalecer sua presença no mercado chinês, onde está presente há sete anos por meio de uma joint venture com a operadora de óculos local Ginko Group, a gigante veneziana de óculos anunciou a abertura de uma nova filial em Xangai.

“A China será provavelmente uma das poucas grandes economias mundiais a expandir no futuro próximo. Estamos entusiasmados que nossa empresa tenha decidido investir aqui com a abertura de uma nova filial, apesar do período histórico atual”, disse Kevin Cheung, Diretor da Marcolin APAC. “Olhamos para 2021 e para os anos à frente com otimismo.  A nova filial irá cobrir toda a China Continental, em conjunto com as outras filiais da Região Ásia-Pacífico: Hong Kong, Singapura e Sydney”.


Marcolin reforça presença comercial na China com abertura de filial em Xangai - Divulgacão

  
A nova filial, cuja abertura faz parte de uma estratégia mais ampla de consolidação corporativa e presença direta nos principais mercados do mundo, está localizada na Plaza 66, no distrito de Jing'an, um prestigioso distrito comercial e financeiro no centro de Xangai, e abrigará todas as funções e departamentos da corporativos, incluindo RH, Finanças, Design, Vendas, Atendimento ao Cliente, Marketing e Cadeia de Abastecimento.

A nova sede permitirá um aumento do crescimento orgânico da empresa no mercado, oferecendo produtos desenvolvidos especificamente para o mercado chinês, também graças à colaboração com os principais clientes do país.
 
O exercício de 2020 da Marcolin encerrou com um faturamento de 340 milhões de euros, ante 486,7 milhões em 2019. No primeiro trimestre de 2021, o grupo registrou 108,7 milhões de euros em vendas, ante 93,5 milhões no primeiro trimestre de 2020, com um resultado líquido ajustado de 2,6 milhões de euros, em comparação com o prejuízo de 5,2 milhões no ano anterior.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.