×
160
Fashion Jobs
L'OREAL GROUP
Analista de Business Intelligence Pleno - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
INTJOBS
Missão Humanitária Internacional de Saúde: Todas as Especialidades
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
PUMA
IT Infrastructure Specialist
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista CRM pl - Segmentação
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
MARISOL
Banco de Talentos - Desenhista
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
MARISOL
Auxiliar de Estilo
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
L'OREAL GROUP
Formador(a) Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
MARISOL
Operador Beneficiamento - Acabamento de Malhas
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
CAEDU
Analista de Atração e Seleção jr
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Jovem Aprendiz
Efetivo - CLT · Cajamar
AMARO
Gerente de Loja Campinas
Efetivo - CLT · Campinas
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Hair da)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Operações - Analista de Transporte Outbound
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Coordenador de Jbp - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Fotoproteção)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
Publicado em
10 de out de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Marcas: o luxo, o esporte e a moda se mantêm na classificação mundial

Publicado em
10 de out de 2014

Louis Vuitton, H&M e Nike se mantêm na lista de classificação Interbrand das 100 marcas internacionais mais valorizadas, enquanto a Hugo Boss opera a sua entrada neste rol mundial.


“No momento em que os líderes da categoria vestuário continuam explorando a utilização das tecnologias nos espaços de varejo e melhorando o serviço nos seus canais, eles se encontram bem colocados para manter as suas parcelas de mercado”, analisa a Interbrand.

Sete marcas de moda figuram na classificação. Na frente, a H&M se mantém na 21ª posição do ranking mundial, à frente da Nike, que subiu duas posições chegando à 22ª. A Zara aparece em seguida na 36ª posição, nível idêntico àquele do ano passado.

A alemã Adidas recuou, por sua vez, do 55º lugar para o 59º. Já a Ralph Lauren avançou da 88ª posição para a 83ª. A marca ultrapassa assim a Hugo Boss, que entra na lista na 97ª posição, ao passo que a Gap passou do 99º lugar para o 100º.

No que diz respeito ao luxo, aí de novo sete marcas estão presentes. A Louis Vuitton recuou dois passos para a 19ª posição, bem à frente da Gucci, que caiu da 38ª colocação para a 41ª. A Hermès segue, avançando da 54ª colocação para a 46ª, enquanto a Cartier passou do 60º lugar para o 58º.

A Prada, por sua vez, avançou também, passando da 72ª posição para a 70ª, um degrau à frente da Tiffany&Co, que deu quatro passos e tornou-se a 71ª colocada. A Burberry não se encontra longe, passando do 77º degrau para o 73º.

Apple e Google vencem uma barreira

As marcas americanas Apple e Google valem mais de 100 bilhões de dólares cada uma e conservam as suas primeira e segunda posições na classificação anual dessas cem marcas mundiais mais avançadas.

É a primeira vez desde a criação da lista em 1974 que duas marcas atingem um valor que ultrapassa os 100 bilhões de dólares. Avaliada em 118,9 bilhões, a Apple viu o seu valor, enquanto marca, aumentar 21%. A marca Google está avaliada em 107,43 bilhões de dólares, aumentando seu valor em 15%.

“O fato de a Apple e o Google ultrapassarem os 100 bilhões de dólares é uma prova real do poder das marcas”, revela Bertrand Chovet, diretor associado da Interbrand Paris.

Para estabelecer a sua lista de classificação, a Interbrand leva em conta três critérios: a performance financeira dos produtos e serviços vendidos pela marca estudada, o papel da marca e, em particular, a sua influência sobre a escolha do consumidor e, por fim, a força da marca, isto é, a sua capacidade de criar uma superioridade de mercado e de securitizar as rendas futuras da empresa.

Os melhores avanços de marcas em 2014 são do Facebook (29ª posição, com +86%), Audi (45ª posição, com +27%) e Amazon (15ª, com + 25%).

Matthieu Guinebault (com AFP)

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.