×
Publicado em
30 de jul. de 2015
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Marcas nacionais chamam atenção do mercado calçadista colombiano

Publicado em
30 de jul. de 2015

Trinta e uma marcas de calçados brasileiras estão na Colômbia participando de feiras e exibindo o que há de melhor em moda, tecnologia e design do nosso país.

Empresas participam de eventos paralelos em Bogotá e Medellin


Apoiadas pelo programa Brazilian Footwear, uma parceria entre a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), as empresas participam do Export Thinking na International Footwear and Leather Show (IFLS), em Bogotá, e do Pop Up Showroom na Semana da Moda da Colômbia (Colombiamoda), em Medellin.

Os dois eventos abriram suas portas na terça-feira, 28. Em Bogotá, a IFLS segue até sexta-feira, 31, no Corferias;, enquanto a Colombiamoda acontece até esta quinta-feira, 30, na Plaza Mayor Medellin.

Já no primeiro dia da IFLS, muitas das empresas brasileiras estavam satisfeitas com os resultados. Leandro Oliveira, gerente de exportação da Andacco, avaliou o dia como surpreendente. “Recebemos muitos contatos qualificados e já fechamos pedido com um cliente da Costa Rica.

Além disso, tivemos compradores que fizeram pedidos de amostras e outro novo cliente do Panamá que deve voltar para nos visitar.”. Oliveira elogiou o trabalho de matchmaking, coro engrossado por Nathália Schneider, gerente de exportacão da Malu Super Comfort.

“Todos os contatos agendados pelo matchmaking vieram e pudemos notar que são compradores qualificados e que estão realmente interessados em fazer negócios”, reforçou Nathália.

Moda e mercado

Um dia antes da feira IFLS, as empresas se reuniram no Museo de El Chicó, em Bogotá, para participar do Seminário Preparatório e do Photocall, ações que fazem parte do Export Thinking.

Durante toda a manhã, os representantes das marcas brasileiras puderam conhecer mais sobre o mercado colombiano com palestras que trataram de temas como contexto geral entre Colômbia e Brasil, análises de oportunidades e visão comercial do mercado colombiano, normas para trabalhar com a Colômbia, experiência de compra e como são escolhidos os calçados para serem vendidos no país sul-americano.

O consultor John Jairo Osorio Montoya falou sobre o mercado de calçados na Colômbia. Segundo ele, em 2014, o consumo de calçados masculinos foi maior do que o feminino.

Os homens foram responsáveis por 57% do consumo em termos de valor, enquanto as mulheres consumiram 30% e as crianças, 13%. “Além disso, o mercado virtual de vendas de sapatos na Colômbia está em ascensão, especialmente em plataformas como Dafiti, ZapatosColombia, Santorini e Spring Steps”, frisou Montoya, que apresentou ainda algumas perspectivas para 2015 e 2016.

Já Carolina Urego, da rede de lojas Caprino, falou aos profissionais sobre os aspectos importantes no processo de compras na Colômbia. Embora o país seja também produtor de calçados, compra de outros fornecedores, especialmente quando o assunto é tecnologia.

“Sempre buscamos produtos que tenham conforto, design e que sejam de couro. Nosso processo segue a seguinte ordem: seleção de marcas, pré-seleção de produtos, revisão de condições, aprovação, definição de modelos e quantidades e, finalmente, ordem de compra”.

“Nas apresentações conseguimos reunir informações técnicas com dados de mercado e processos de compra, o que proporciona às empresas um conhecimento mais amplo sobre como trabalhar e de que maneira aproveitar ainda mais o potencial da Colômbia”, avaliou Juliana Kauer, analista de Promoção Comercial da Abicalçados.

Ao final do Seminário foram apresentadas às empresas suas agendas de matchmaking, que contam com mais de 200 reuniões agendadas na feira.

Photocall

Em paralelo ao Seminário Preparatório, o programa Brazilian Footwear recebeu a imprensa local para o Photocall. A ação que proporciona uma sessão de fotos com os calçados verde-amarelos contou com a participação das marcas Amazonas Sandals, Andaccco, Democrata, Kidy, Klin, Pé com Pé, Beira Rio, Moleca, Molekinha, Vizzano e Modare.

“O Photocall é uma ótima oportunidade para apresentarmos a Klin como uma marca de moda. Nossas coleções sempre são muito focadas nas tendências em geral e poder mostrar isso para a imprensa é muito bom”, destacou Tiago Martins de Sousa, gerente de exportações da empresa.

Para ele, a mídia espontânea que a ação gera acaba ajudando a vender a marca na Colômbia, uma vez que conta com o aval de formadores de opinião, o que chama a atenção dos compradores.

Participam do Export Thinking Colômbia as marcas Malu Super Comfort, Território Nacional, Klin, Via Scarpa, Scarpinha, Andacco, Pé com Pé, Kildare, Beira Rio, Vizzano, Moleca, Molekinha, Modare, Pegada, Kidy, Ramarim, Comfortflex, Whoop, Usaflex, Rebote, Ipanema, Rider, Cartago, Grendha, Zaxy e Grendene Kids.

Pop Up Showroom

Em sua primeira participação na Colombiamoda, o Brazilian Footwear está promovendo o Pop Up Showroom com as marcas Amazonas Sandals, Luz da Lua, Democrata, Cristófoli e Pampili. A mostra que ocorre paralelamente a Textiles2 e Moda para o Mundo está sendo uma ótima oportunidade para as marcas brasileiras mostrarem suas coleções em um evento que recebe compradores e formadores de opinião voltados ao mundo da moda.

A ação em Medellin teve início no domingo, 26, com uma visita ao mercado local e na segunda-feira, 27, as empresas participaram do Seminário Preparatório, que tratou de moda, tendências e consumo da Colômbia, ambos apoiados pela Embaixada do Brasil no país.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Abicalçados

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.