×
Por
Stylo Urbano
Publicado em
18 de out de 2016
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Marca de moda masculina abole o P/M/G e vende 75 tamanhos diferentes

Por
Stylo Urbano
Publicado em
18 de out de 2016

A marca americana de moda masculina Stantt passou a usar um algoritmo especial para fabricar camisas perfeitamente ajustadas ao corpo do cliente, usando apenas três medições (busto, cintura e manga) que podem ser combinadas com um dos 75 tamanhos diferentes criados pela empresa para um melhor caimento.


Desde a Guerra Civil dos Estados Unidos, a medição P/M/G tem sido o sistema de dimensionamento usado para o fabrico de camisas masculinas.
 
Naquela época, ele foi usado para confeccionar os uniformes dos soldados. 150 anos depois, o varejo ainda está usando o mesmo sistema de medição. Assim, a Stantt achou isso ultrapassado e ineficiente, pois apenas 15% dos homens conseguem comprar camisas com bom caimento nos tamanhos P/M/G.

Em contraste, a marca criou um novo sistema de dimensionamento que dá um perfeito ajuste a 95% dos homens. Além de camisas, a marca começa a vender também camisetas e polos sob medida a partir de novembro. Todas as peças são feitas de algodão egípcio.
 
O modelo operacional e de negócio da empresa é construído em torno do consumidor, com uma cadeia de abastecimento eficiente para apoiá-los na fabricação. A Stantt diferencia-se das outras marcas masculinas por utilizar a tecnologia DataFit, desenvolvida em parceria com a Lectra, para capturar mais de 500 mil pontos de dados a partir do escaneamento em 3D dos corpos de 2 mil homens com idades entre 25 a 35.
 
Com modelagem e análise 3D, a marca consegue compreender como o corpo humano é construído e como fazer para a roupa caber perfeitamente. Essa tecnologia foi desenvolvida para solucionar a enorme devolução de roupas compradas pela Internet. Quando eles recebem as roupas em casa e as experimentam, na maioria das vezes se decepcionam com o caimento das peças.
 
Para isso, a Stantt procurou a Lectra, fabricante de equipamentos de alta tecnologia e de softwares usados pela indústria da moda, com sua tecnologia 3D chamada Modaris. A taxa de devolução da Stantt é inferior a 5%, contra a média da indústria de 30-40%. 
 
Então, como tudo funciona? Usando nada mais do que uma fita métrica, a marca pede ao cliente que verifique 3 medições simples: no busto, cintura e tamanho da manga e que digite essas medições no algoritmo fornecido no site.
 
O site então diz ao consumidor qual é seu tamanho. Mas, se o cliente não souber verificar as medias, ele pode se dirigir a um dos três locais de varejo da Stantt em Nova York ou Nova Jersey, onde será medido por um profissional e poderá experimentar os 75 tamanhos diferentes. Atualmente, a Stantt tem 60% de suas vendas no varejo e 40% de suas vendas on-line. O cliente recebe sua camisa em casa de 7 a 10 dias.
 
A fabricação é feita na América Central, todo material vem da Europa e é vendido diretamente aos consumidores. Este tipo de negócio da Stantt se apresenta interessante, pois, além de utilizar tecnologia avançada para fabricar roupas sob medida com qualidade, mais em conta do que em alfaiates, a empresa elimina o estoque de roupas prontas, a norma na indústria da moda.

Copyright © 2021 Stylo Urbano. Todos os direitos reservados.