×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de out. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Manny Chirico abandona conselho PVH

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de out. de 2021

Manny Chirico, que foi CEO do grupo de moda americano até fevereiro deste ano, anunciou que irá se retirar agora do seu cargo de presidente e deixará o conselho de administração da empresa.


O PVH Emanuel "Manny" Chirico - DR


O antigo diretor-geral cessará funções no conselho de administração a partir de 31 de dezembro de 2021, quando o atual presidente Henry Nasella assumirá o papel de presidente independente e não executivo.
 
A saída de Chirico marca o fim de uma carreira de quase 30 anos na PVH, a empresa-mãe de marcas como Tommy Hilfiger e Calvin Klein. Juntou-se ao grupo sediado em Nova York como vice-presidente e gestor em 1993 e passou a ocupar uma série de cargos de liderança de topo na empresa, incluindo CFO e COO, antes de se tornar finalmente CEO em 2006.

O executivo foi nomeado pela primeira vez para o conselho em 2006 e tornou-se presidente em 2007.
 
Em fevereiro de 2021, Chirico deixou o seu papel de CEO e foi sucedido por Stefan Larsson, que tinha chegado à PVH dois anos antes, tendo anteriormente desempenhado o cargo de chefe executivo da Ralph Lauren.
 
Desde que assumiu o cargo na PVH, Larsson supervisionou uma remodelação abrangente da sua gestão e a venda do negócio de marcas históricas da empresa, incluindo as marcas Izod, Arrow e Van Heusen, ao Authentic Brands Group por 220 milhões de dólares (188,98 milhões de euros) em junho.
 
O substituto de Chirico como presidente, Nasella, juntou-se à direção da PVH em 2003 e tem presidido a direção desde 2007.
 
"Henry tem desempenhado um papel crítico como nosso principal diretor independente", disse Larsson num comunicado. "Ao construirmos o próximo capítulo de crescimento do PVH, aguardamos com expectativa a continuação da sua liderança e contribuições do conselho com base na sua profunda experiência nos setores do varejo e do consumo".
 
"Tem sido uma honra desempenhar um papel na longa e bem sucedida história do PVH", acrescentou Chirico. "Estou entusiasmado com o futuro do PVH e estou certo de que sob a liderança excepcional de Stefan e a orientação de Henry e a da direção, a empresa continuará a ser um líder na indústria da moda".
 
Após a partida de Chirico, o número de diretores que constituem o conselho completo da PVH será reduzido para 11.
 
O grupo PVH relatou receitas de 2,3 bilhões de dólares (1,98 bilhão de euros) no segundo trimestre terminado em 1º de agosto de 2021, + 46% em comparação com o mesmo período do ano anterior, enquanto as receitas foram de 181,9 milhões de dólares (156,25 milhões de euros).
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.