×

Maison Kitsuné e Yuni Ahn terminam colaboração

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 6 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Uma semana antes do início da semana da moda masculina de Paris, as partidas sucedem-se. Depois de Yolanda Zobel e da Courrèges, é a vez da Maison Kitsuné e Yuni Ahn anunciarem a sua separação. A notícia chega no momento em que a união resultou em apenas três coleções, incluindo uma por apresentar. A designer sul-coreana começou a trabalhar para a marca em dezembro de 2018.


Gildas Loaëc, Yuni Ahn e Masaya Kuroki - © Maison Kitsuné


Durou pouco a união entre a Maison Kitsuné e Yuni Ahn. A estilista, que foi a primeira diretora artística a ser nomeada pela marca parisiense, deixa o seu cargo após um ano passado à frente das coleções da Maison Kitsuné. As duas partes teriam se separado por mútuo acordo.
 
De origem sul-coreana, Yuni Ahn trabalhou com Stella McCartney e Phoebe Philo na Celine. A sua chegada à Maison Kitsuné permitiu à marca francesa entrar no calendário oficial da Semana da Moda de Paris. "Queremos agradecer a Yuni Ahn pela sua importante contribuição durante a sua colaboração com a Maison Kitsuné'", declararam os fundadores da marca. "Somos gratos por ter traçado o caminho das nossas ambições, um caminho que continuaremos a fim de dar continuidade ao nosso desenvolvimento."

A Maison Kitsuné ainda não indicou quem substituirá a sul-coreana, mas o recrutamento deverá ser feito internamente na marca fundada em 2002 por Gildas Loaëc e Masaya Kuroki. Deverá ser feito um anúncio rapidamente. A marca apresentará a sua próxima coleção, a última de Yuni Ahn, no dia 16 de janeiro, durante a fashion week masculina de Paris.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.