×
890
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

LVMH e Stella McCartney firmam parceria

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 15 de jul de 2019
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Um ano e meio depois de se separar do grupo Kering, a marca Stella McCartney se aproximou da LVMH. A empresa número um do luxo mundial, proprietária de marcas como Dior e Louis Vuitton, anunciou em 15 de julho que firmou um acordo "para acelerar o desenvolvimento da marca Stella McCartney".


Stella McCartney se aproxima do grupo LVMH - coleção Primavera-Verão 2020 - Moda Masculina - Milão. - © PixelFormula


Os detalhes do acordo serão divulgados em setembro, mas a fundadora, grande promotora da moda responsável desde a sua criação, manterá uma participação majoritária. Ela também continuará com seu papel como diretora e embaixadora da marca, cujo faturamento é estimado entre 150 e 200 milhões de euros. "Firmar essa parceria com Bernard Arnault, sua família e o grupo LVMH é um novo marco para mim, minha família, mas também para todos da Stella McCartney", declarou a designer. A marca percorreu um longo caminho desde o seu lançamento; essa nova parceria com a LVMH é um grande reconhecimento desse trabalho”.

Em paralelo, Stella McCartney será consultora especial de Bernard Arnault e membra do comitê executivo do Grupo LVMH sobre questões de desenvolvimento sustentável. "Estou extremamente feliz com esta parceria com Stella. É o começo de uma linda história juntos. Estamos convencidos do grande potencial de longo prazo de sua marca. Um fator foi decisivo para mim: Stella foi pioneira em considerar questões ambientais e éticas e sempre teve o cuidado de desenvolver sua marca em torno desses valores. Isso fortalecerá o compromisso do Grupo LVMH com o desenvolvimento sustentável. Há mais de 25 anos, a LVMH foi a primeira grande empresa a criar um departamento de meio ambiente. Stella nos ajudará a acelerar a conscientização sobre essas questões importantes”.

Pouco mais de um ano após Kering e Stella McCartney encerrarem sua joint-venture criada em 2001, Stella McCartney se junta à outra gigante francesa do setor. Bernard Arnault, encontrou na filha do ex-Beatle, Paul McCartney, um nome de peso para liderar as iniciativas responsáveis ​​e ambientais de seu grupo. Stella McCartney está na vanguarda da mudança dos processos e hábitos de terceirização e confecção na indústria. Toda a sua abordagem é voltada para uma veia responsável, seja no design e produção de suas coleções, ou na criação de suas lojas. Ela domina a arte da comunicação e criou com a Adidas, para quem ela ainda assina uma linha, um tênis Stan Smith vegano em 2018.

Além disso, o CEO da LVMH se mostrou satisfeito por ter conseguido fichar uma parceria com a estilista de 47 anos, que recentemente viu o presidente de sua marca, Frederik Lukoff, ingressar na Scotch & Soda. "Desde que anunciei a decisão de retomar o controle da marca Stella McCartney em março de 2018, tivemos muitas manifestações de interesse de várias partes, expressando desejo de investir na grife", explicou Stella em um comunicado. Apesar de interessantes, essas conversas nunca estiveram à altura da que tive com Bernard Arnault e seu filho Antoine, e fiquei realmente comovida com o entusiasmo e o compromisso que eles demonstraram com a marca Stella McCartney. Eles se reconheceram em nosso espírito pioneiro e em minha luta pela moda sustentável".

De fato, o grupo LVMH tem fortalecido sua comunicação nessa área há várias temporadas. A chegada de Stella McCartney deve permitir que ele tenha uma voz mais ativa. O número 1 do luxo mundial continua expandindo seu portfólio de marcas. Depois de anunciar no ano passado o relançamento da Patou (cujo primeiro desfile será realizado em setembro), ele adquiriu a participação majoritária na marca de joias Repossi, e anunciou o lançamento da marca Fenty, em parceria com a cantora Rihanna.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.