×
890
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

LVMH conclui aquisição da Belmond por 3,2 bilhões de dólares

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 12 de abr de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A líder mundial do luxo LVMH anunciou na sexta-feira ter concluído a aquisição do grupo de hoteleiro de luxo Belmond numa transação que valoriza a empresa em 3,2 bilhões de dólares. "A LVMH anuncia que recebeu a aprovação para a aquisição da Belmond por todas as autoridades de concorrência competentes", observa o grupo num breve comunicado.


Copacabana Palace, hotel do grupo Belmond no Rio de Janeiro - Belmond


"A operação será concluída definitivamente a 17 de abril de 2019", acrescenta a LVMH, que assim reforça a sua presença na hotelaria de luxo, setor no qual já é proprietária da marca Cheval Blanc e opera os estabelecimentos Bulgari.
 
Em dezembro de 2018, o grupo anunciou esta transação a um preço de 25 dólares em numerário por ação, o que representava um prémio de 41,6% em relação ao preço das ações da Belmond. Presente em 24 países, a Belmond registrou um volume de negócios de 572 milhões de dólares durante o período de 12 meses encerrado no final de setembro de 2018, metade do qual realizado na Europa. A empresa conta com cerca de 8 mil funcionários.

Fundada em 1976 com a aquisição do hotel Cipriani em Veneza, a Belmond detém ou opera 33 hotéis - o que representa um total de 3.100 quartos - incluindo, no Brasil, o Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, e o Hotel das Cataratas, localizado no Parque Nacional das famosas Cataratas do Iguaçu, ou o Maroma Resort and Spa no México. Também opera dois cruzeiros fluviais e sete comboios de gama alta, como o lendário Venice Simplon-Orient-Express.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.