×
Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de mar. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

LVMH: Bernard Arnault pode permanecer por mais tempo à frente do grupo

Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de mar. de 2022

O grupo irá propor na assembleia geral anual aumentar o limite de idade dos diretores executivos de 75 para 80 anos, permitindo que o seu diretor executivo de 73 anos permaneça mais tempo na liderança da empresa mundial número um de artigos de luxo.


Bernard Arnault - FNW


Na assembleia geral de 21 de abril, os acionistas terão de votar esta emenda aos estatutos que fixa o limite de idade para as funções do diretor executivo em 80 anos, de acordo com o Bulletin des Annonces Légales Obligatoires, confirmando um relatório do capital.
 
"Se o diretor executivo atingir este limite de idade durante o seu mandato como diretor executivo, será considerado como tendo renunciado automaticamente no final da Assembleia Geral Ordinária convocada para aprovar as contas do exercício financeiro em que o limite de idade foi atingido", acrescentou.

Não é proposto alterar o limite de idade do presidente, que, de acordo com os estatutos, é de 75 anos.
 
Bernard Arnault nunca disse nada sobre a escolha do seu sucessor. Os seus cinco filhos trabalham todos para o grupo.

"O deslocamento é impensável e a segunda geração tem a responsabilidade de manter o grupo", disse Antoine Arnault, o filho mais velho, citado num artigo do Le Monde em julho passado.
 
A LVMH bateu os seus recordes de vendas e lucros em 2021, com vendas superiores a 64 bilhões de euros e lucro líquido de 12 bilhões de euros.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.