×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

LVMH aumenta participação na Tod's para 10%

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
23 de abr de 2021

A Tod's anunciou na quinta-feira (22) que a LVMH aumentou a sua participação no grupo de moda italiano para 10%, após uma operação liderada pelo fundador da Tod's com uma filial da gigante francesa do luxo.


Diego della Valle


Através de um comunicado, a Tod's indicou que Della Valle vendeu 6,8% do seu capital à LVMH, que já detinha 3,2%. O preço por ação foi de 33,10 euros, especificou a marca.
 
A transação será efetivada em 28 de abril de 2021 e, em seguida, Diego Della Valle irá deter, direta ou indiretamente, uma participação de 63,64% no capital da Tod's e a LVMH terá 10%.

"A amizade com Diego Della Valle e a sua família dura há mais de 20 anos", comentou Bernard Arnault na noite de quinta-feira. “Uma relação cimentada por valores humanos e profissionais comuns. Ficamos muito felizes por fortalecermos ainda mais essa parceria.”
 
Diego Della Valle declarou por sua vez: “Estou muito feliz com esta transação, que consolida uma amizade entre mim, a minha família, Bernard e a sua família, que já dura mais de 20 anos. Partilhamos os valores do luxo, da qualidade e do apelo dos produtos. Esta pode ser uma excelente razão para considerar outras oportunidades a aproveitar no futuro."

No seu exercício de 2020, o Grupo Tod’s viu suas vendas caírem mais de 30% em relação a 2019, para 637 milhões de euros, com um prejuízo operacional líquido de 135 milhões de euros. Um ano antes, o lucro operacional do grupo foi de 101 milhões de euros. O declínio em 2020 afetou principalmente a marca Tod’s (-35,3% a taxas de câmbio constantes) e a Fay (-33,4%), e em menor escala a Hogan (-27,9%) e a Roger Vivier (-19,5%).

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.