×
165
Fashion Jobs
CAEDU
Analista de Controladoria jr
Efetivo - CLT · São Paulo
INTJOBS
Missão Humanitária Internacional de Saúde: Todas as Especialidades
Efetivo - CLT · RIO DE JANEIRO
PUMA
IT Infrastructure Specialist
Efetivo - CLT · São Paulo
PUMA
E-Commerce Content Specialist
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista de Produtos Financeiros pl
Efetivo - CLT · São Paulo
PUMA
Key Account Manager
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Analista CRM pl - Segmentação
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
AMARO
Compliance Analyst
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
MARISOL
Operador Beneficiamento - Acabamento de Malhas
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
CAEDU
Analista de Atração e Seleção jr
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Jovem Aprendiz
Efetivo - CLT · Cajamar
AMARO
Gerente de Loja Campinas
Efetivo - CLT · Campinas
AMARO
Gerente de Loja Porto Alegre
Efetivo - CLT · Porto Alegre
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Hair da)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Operações - Analista de Transporte Outbound
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Coordenador de Jbp - Divisão Grande Público
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
L'OREAL GROUP
Analista de Laboratório (Fotoproteção)
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
MARISOL
Assistente Administrativo - Comunicação Interna
Efetivo - CLT · Jaraguá do Sul
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de mai de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

LVMH aposta na biodiversidade com a UNESCO

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de mai de 2019

Os grandes grupos de luxo estão apostando forte no desenvolvimento sustentável. Enquanto a Kering publicou seus primeiros padrões sobre bem-estar animal na segunda-feira (13), agora é a vez da LVMH mostrar seu compromisso. A empresa anunciou uma parceria de cinco anos com a UNESCO que visa apoiar seu projeto “O Homem e a Biosfera" (MAB), um programa científico intergovernamental que visa reduzir a perda de biodiversidade e tratar seus aspectos ecológicos, sociais e econômicos.
 

Antoine Arnault, diretor do grupo LVMH e Audrey Azoulay, diretora geral da UNESCO. - © Gabriel De La Chapelle


Como parte deste acordo, o grupo de luxo liderado por Bernard Arnault estará presente ao lado da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura em grandes eventos internacionais nos próximos dois anos, como a 15ª Conferência das Partes (COP15) na Convenção sobre a Diversidade Biológica, prevista para novembro de 2020 em Kunming, na China.
 
O programa MAB reúne várias disciplinas (ciências exatas e naturais, ciências sociais, economia e educação) destinadas à melhorar os ambientes humanos e preservar os ecossistemas naturais, encorajando abordagens inovadoras e se apoiando em uma extensa rede de players, bem como 686 reservas de biosfera em 122 países.

Graças a essa rede, a LVMH e suas marcas se beneficiarão da expertise científica da UNESCO em seus programas de sourcing sustentável. "Esta parceria também facilitará a implementação de soluções inovadoras na gestão sustentável dos recursos naturais e na identificação de produtos e novos mercados com base na qualidade e rastreabilidade dos materiais", disse a empresa em um comunicado.
 
Por sua parte, o grupo participará de projetos de pesquisa científica apoiados pelo MAB, utilizando algumas de suas infraestruturas para o estabelecimento de locais piloto no campo da conservação e do uso responsável da biodiversidade em longo prazo.
 
Esta parceria reforça o compromisso da LVMH com as questões de desenvolvimento sustentável, formalizadas a partir de 2012 no seu programa LIFE (LVMH Initiatives For the Environment) que foco em quatro objetivos: melhorar até 2020 o desempenho ambiental de 100% de seus produtos; estar ainda mais atento à rastreabilidade e conformidade das matérias-primas utilizadas, implementando os melhores padrões em 70% das cadeias de suprimento em 2020, e atingindo 100% em 2025; reduzir as emissões de CO2 do consumo de energia em 25% até 2020, em comparação com 2013; para cada uma de seus sites (industrial, administrativo e de varejo),e  melhorar em pelo menos 10% os indicadores-chave de eficácia ambiental.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.