×
Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
31 de mai. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

LVMH abrirá ao público 95 de seus centros produtivos para suas Journées Particulières

Por
AFP
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
31 de mai. de 2022

Os Hôtels, estúdios de design de moda, oficinas de joalheria: em outubro, a empresa líder mundial de artigos de luxo LVMH abrirá 95 dos seus sites, normalmente inacessíveis ao público em geral, para a quinta edição das suas Journées Particulières.


O grupo abrirá ao público um atelier de design Tiffany em Nova York - Tiffany


Entre os novos locais que poderão ser visitados este ano estão um estúdio de design Tiffany em Nova York e hotéis Belmond na Itália, de acordo com o grupo, que disse que a operação será realizada nos dias 14, 15 e 16 de outubro em 16 países.
 
Em Paris, alguns lugares também abrirão pela primeira vez, tais como a Officine Universelle Buly (comprada pela LVMH em 2021), a joalheria italiana Repossi da Place Vendôme, os estúdios de design Kenzo e o atelier de alfaiataria Berluti.

Em 2018, 180.000 visitantes participaram na última edição das Journées Particulières, que tem sido realizada de dois em dois anos desde 2011.
 
A LVMH, proprietária da Louis Vuitton, Dior, Moët et Chandon, Chaumet e Guerlain, entre outros, bateu os seus recordes de vendas e lucros em 2021, com um volume de negócios superior a 64 bilhões de euros e um lucro líquido de 12 bilhões de euros, muito acima dos resultados pré-pandemia.
 
O grupo emprega 175.000 pessoas em todo o mundo, incluindo 32.800 na França.
 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.