×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de jul. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Lululemon nomeia Calvin McDonald como novo CEO

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de jul. de 2018

A empresa canadense de roupas esportivas, Lululemon Athletica, nomeou Calvin McDonald como seu novo CEO. O executivo substitui Laurent Potdevin.


Calvin McDonald


Calvin McDonald atuou por cinco anos como diretor da Sephora, marca de cosméticos francesa que pertence ao grupo LVMH, sendo responsável pela região das Américas, atingindo um crescimento de dois dígitos anuais durante esse período. McDonald ampliou a oferta de produtos, lançou novas plataformas digitais, bem como experiências in-store. Ele também desempenhou um papel fundamental na incursão da Sephora em novos mercados, como o Brasil e o México.

Calvin McDonald começará em sua nova posição na Lululemon em 20 de agosto, e a empresa canadense espera que seu "currículo impressionante" em termos de crescimento e inovação impulsionem a sua futura atividade.

"Calvin McDonald tem um histórico impressionante liderando organizações em períodos de crescimento e inovação significativos", declarou Glenn Murphy, presidente da Lululemon, que irá retornar às suas funções regulares como presidente não-executivo do conselho após a nomeação. “Ele é a escolha ideal para a marca e a cultura Lululemon, dado seu forte foco no consumidor,  abordagem orientada para o desempenho, e sucesso no desenvolvimento de pessoas”.

Laurent Potdevin deixou seu cargo na Lululemon em fevereiro passado, por não cumprir os "padrões de conduta" da empresa. Os três executivos, Celeste Burgoyne, Stuart Haselden e Sun Choe, que dirigem as operações diárias da Lululemon desde fevereiro, irão se reportar diretamente à McDonald. Glenn Murphy retornará ao cargo de presidente não executivo do conselho de administração.

No último trimestre, os lucros da Lululemon cresceram para 649,7 milhões de dólares (ante 520,3 milhões de dólares no ano anterior), registrando um aumento de 25%. Os lucros da empresa alcançaram 55 centavos de dólar por ação no trimestre encerrado em 29 de abril, comparado a 23 centavos por ação um ano antes.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.