×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
14 de nov. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Londrina New Bond Street é a rua comercial mais cara da Europa

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
14 de nov. de 2019

De acordo com um estudo recente, os arrendamentos comerciais na artéria londrina New Bond Street são os mais caros da Europa - e ocupam o terceiro lugar à escala mundial. 


A New Bond Street, em Londres, é a rua comercial mais cara da Europa - Image: Publica


A rua comercial de Londres, que acolhe as flagships das principais marcas de luxo, é batida em termos de arrendamentos apenas pela Causeway Bay, em Hong Kong, e pela Upper 5th Avenue, em Nova Iorque.
 
Peter Mace, da Cushman & Wakefield, analisa que os arrendamentos da New Bond Street resistiram bem em comparação com os das vizinhas Oxford Street e Regent Street, devido ao luxuoso posicionamento da rua, relativamente pouco afetado pelo aumento de comércio eletrónico - porque os artigos de luxo geralmente têm mais probabilidade de serem vendidos numa loja física do que na internet.

Estes motivos mantiveram a demanda para os cerca de 145 locais comerciais da New Bond Street num nível muito elevado. A título de comparação, os arrendamentos são cerca de dez vezes superiores aos da mais importante rua comercial da Escócia, Princes Street, em Edimburgo.
 
O ranking foi estabelecido pela empresa de consultoria imobiliária Cushman & Wakefield, que indica que os arrendamentos na New Bond Street estão a ser negociados a cerca de 16.222 euros por metro quadrado e registaram um aumento de 2,3% nos últimos 12 meses.

Causeway Bay é a artéria comercial mais cara do mundo: os arrendamentos chegam aos 25.965 euros por metro quadrado. Na Upper 5th Avenue, em Nova Iorque, as marcas devem gastar 21.295 euros por metro quadrado.
 
A avenida dos Champs-Elysées, em Paris, fica em quarto lugar, com o metro quadrado por 13.992 euros, à frente da Via Montenapoleone, em Milão, onde o metro quadrado custa 13.700 euros, a Bahnhofstrasse de Zurich (8.195 euros por ano por metro quadrado) e o Kohlmarkt de Viena (4.860 euros).

O estudo analisa que, na Europa, é a "Ermou, em Atenas, que regista o aumento mais alto dos arrendamentos, com um valor locativo de 3.420 euros por ano e por metro quadrado, ou seja, +14% num ano". A nível mundial, é o Pitt Steet Mall, em Sydney, que tem o maior crescimento, com o preço por metro quadrado por ano a aumentar 17,9%, para 10.185 euros.
 
Em França, Christian Dubois constata que "os Champs-Elysées veem os espaços em obras sucederem-se após um ano de 2019 rico em inaugurações, incluindo a da Galeries Lafayette na primavera; os investidores também apostaram neste endereço assinando recentemente aquisições com métricos recordes”.
 
Por fim, a empresa estima que, para 70% das ruas comerciais analisadas na Europa, a tendência é de estabilidade ou crescimento dos arrendamentos.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.