×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de mar. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Londres é a cidade com maior número de aberturas de lojas de luxo do mundo

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
29 de mar. de 2019

Apesar das incertezas econômicas relacionadas ao Brexit, Londres foi a cidade que abriu mais lojas de luxo no mundo, superando Paris, Tóquio e Cingapura.



Londres conquistou o primeiro lugar no ranking mundial da consultoria imobiliária internacional Savills, depois de ocupar o quarto lugar em 2017. Os resultados são ainda mais impressionantes, dadas as difíceis condições comerciais enfrentadas pelos varejistas no Reino Unido, que provocaram inúmeros fechamentos de lojas de marcas de todos os tipos.

Ressaltando a resiliência do mercado de luxo de Londres, a cidade foi responsável por 9,6% de todas as aberturas de lojas de luxo em todo o mundo no ano passado - mais do que qualquer outra cidade no mundo. 33 varejistas de luxo abriram suas portas, um aumento de 38% em relação a 2017.

Mas enquanto as marcas de moda continuam sendo as mais ativas em termos de abertura de lojas, sua participação caiu para 45%. Enquanto isso, acessórios especializados, marcas de calçados e óculos aumentaram sua participação de 20% para 24% e as marcas de joias e relógios mantiveram o ritmo e responderam por 24% das inaugurações de lojas.

De acordo com a Savills, o aumento da atividade está relacionado ao declínio da libra em 2017, o que provocou um afluxo de turistas à procura de artigos de luxo mais baratos. Globalmente, as marcas de luxo abriram 16% menos novas lojas do que em 2018. Atrás de Londres, Bangkok ficou em segundo lugar com uma participação de 6,7%, seguida por Dubai e Hong Kong, juntas em terceiro lugar.

Marie Hickey, diretora de pesquisa de varejo da Savills, comentou: “Apesar dos ventos contrários enfrentados pelo varejo britânico, o mercado de luxo de Londres parece estar não só resiliente, como também está oferecendo oportunidades atraentes para as marcas que querem entrar no mercado, bem como para aquelas que querem melhorar a sua presença física com mais espaços de alto perfil, e experienciais. Com um aumento de 38% nas inaugurações de lojas de luxo no ano passado, a cidade se tornou o destino mais ativo globalmente para marcas de alto padrão, ante a um quarto lugar em 2017”.
 
Anthony Selwyn, diretor de Londres e varejo internacional da Savills, acrescentou: “No ano passado vimos as grandes marcas de luxo se retraírem para as principais cidades e esperamos que esses destinos globais continuem sendo o foco principal das marcas de luxo que desejam expandir ou melhorar seu perfil físico em 2019”.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.