London Designer Showrooms impulsiona marcas menores em uma ótima temporada para óculos e moda praia

A Semana da Moda de Londres terminou na terça-feira (18) e, apesar do foco em grandes marcas, o evento também ajudou marcas menores a ganharem uma exposição valiosa e gerarem contatos com compradores e imprensa, que são a força vital das empresas em estágio inicial.


A marca Wires foi uma das grandes atrações do London Designer Showrooms

O evento London Designer Showrooms, que acontece em paralelo à Semana da Moda de Londres, é sempre um ponto de encontro interessante para conhecer novas marcas e, considerando o dinamismo dos setores de óculos de sol e moda praia, é importante que algumas das mais interessantes participem.

A nova marca de óculos Wires, fundada por Lily Cole, foi uma grande atração e teve um bom retorno. Embora ela tenha se beneficiado de uma publicidade considerada devido ao vínculo com Lily Cole, muitos dos compradores a descobriram no London Designer Showrooms e não tinham ouvido falar dela antes.

A marca foi atraída para o evento devido ao foco em “moda positiva” da Semana da Moda de Londres, que se conecta à sua própria mensagem de sustentabilidade, e os compradores (muitos deles de lojas menores) também foram atraídos por essa perspectiva sustentável e pelo conceito inovador da marca de lentes com estruturas intercambiáveis. Parece que a marca tem tudo para ficar, com base nas reações da indústria até o momento, e também nas respostas dos visitantes ao seu estande na LDS.

Enquanto isso, Christianah Jones é outra marca virtuosa que evoluiu dos negócios vintage de Jones à uma marca dedicada a óculos. Na LDS pela primeira vez, a marca ganhou terreno rapidamente e surpreendeu na Cerimônia de Abertura, estando também disponível em seu próprio site.


Christianah Jones é uma nova marca de óculos com um perfil acessível

Fabricada na China, parte de seu apelo é o preço (que varia de 69 a 89 libras) e, assim como acontece com a Wires, ela ressalta como esse setor mais acessível que está obtendo tanto sucesso no momento.  

Atualmente, a empresa oferece um modelo ultra-slim em uma embalagem em forma de cápsulas em uma ampla gama de cores. O preço acessível é estabelecido para incentivar os consumidores a comprarem vários pares, embora, por enquanto, o laranja seja o mais popular. Jones também irá adicionar um novo modelo para a nova temporada, então a marca claramente tem a capacidade de se desenvolver, o que nos lembra a evolução da marca high-end Prism há alguns anos, que agora tem um nome consolidado.

HORA DE NADAR

Para complementar a oferta de óculos, também houve muito interesse na categoria de swimwear. Duas das marcas mais marcantes foram Davy J e Just Sauced, ambas relativamente novas no mercado.


Davy J cria todas as suas peças de swimwear a partir de redes de pesca recicladas

Baseada em Devon, Davy J (em homenagem a Davy Jones), foi lançada há apenas um ano e estreou nesta edição do LDS. Seu objetivo é "preencher a lacuna entre performance e swimwear", explica a fundadora e designer Helen Newcombe (ex-economista de desenvolvimento) ao Fashion Network. As peças são “feitas para durar” e a mensagem de sustentabilidade é forte, com todo o nylon sendo proveniente de redes de pesca recicladas. As peças são vendidas a 140 libras, com a parte de cima do biquíni a 95 libras e a parte de baixo a 55 libras, então é “um valor razoável, mas não exorbitante", diz Newcombe.

A marca vende online e atrai muito interesse da imprensa devido ao seu histórico de reciclagem. E Newcombe diz que a marca atraiu muito mais atenção no evento por causa da mensagem de moda positiva que ele adotou nesta temporada.

Mudando completamente de estilo, temos a Just Sauced, marca baseada em Londres, e criada por Hannagh Rose, que tem um conceito vintage inspirado nos anos 80 e um toque retrô. "Quando você está de férias, você vive uma fantasia por cerca de 10 a 14 dias, então, por que não usar algo interessante e fabuloso?", diz Rose.


Just Sauced usa materiais vintage e tem influência dos anos 80

Embora a mensagem principal seja o look geral, também há um aspecto de sustentabilidade, já que Rose, uma ex-estilista e personal shopper, usa muitos tecidos vintage para suas peças. A marca vende atualmente em seu próprio site e através da loja dollskill.com, baseada em Los Angeles, mas Rose diz que a Urban Outfitters também está interessada nela.

O biquíni "Lula" de babados e o maiô "Naomi" foram os itens-chave da LDS, e Rose diz que o evento foi "uma grande surpresa”, e que ficou impressionada com a quantidade de pessoas que ouviram falar da marca, e também com o interesse dos compradores e estilistas. A marca também estará no London Fashion Week Festival, voltado ao consumidor, até o final de semana.


Just Sauced pretende tornar a moda praia divertida e funcional

Fortes atrativos comerciais

Além da moda praia, outra marca jovem que causou impacto foi a Bite. A marca tem uma história forte para contar, pois "foi fundada sobre os princípios de responsabilidade social e ambiental" e também tem uma abordagem de slow fashion. A sua oferta - que se enquadra na categoria contemporânea e apresenta peças atemporais com um toque discreto - é feita “no próprio estúdio pelas costureiras que trabalham em horário normal por salários dignos”, e em materiais naturais e orgânicos, segundo a co-fundadora Suzanne Elvi.


Bite é uma marca de moda sustentável “slow fashion” com uma abordagem ética

Suzanne diz que a marca foi criada por quatro amigos que queriam fazer algo 100% sustentável, e depois de muita pesquisa, está atualmente em sua quarta coleção. Desenhada por outro dos co-fundadores, Elliot Atkinson, os preços estão posicionados entre luxo premium/acessível, e uma jaqueta custa entre 250 e 300 libras, no varejo.

A silhueta é descontraída e inteligente, com muitas sobras de peças em materiais de qualidade sem adornos, mas também oferece uma vantagem extra devido às colaborações sazonais com artistas. A camisa de punho profundo da marca, por exemplo, está atualmente disponível em uma variedade de materiais, mas também com em uma versão com uma estampa especial para a temporada. Ela diz que o programa "foi muito bom", e que a marca atraiu "os compradores que queria, bem como muito interesse de jornalistas e estilistas".

Enquanto isso, a LDS continua atraindo muitos designers independentes provenientes da Ásia, especialmente da China e Coréia do Sul. Uma das marcas mais interessantes desta temporada foi Besfxxk, de Seul, desenhada por Jae Lim, que é formada pelo Royal College of Art, e treinada por Bona Kim, do London College of Fashion.

Com sua especialização em moda masculina e feminina, elas misturam a influência dos clássicos britânicos com uma sensibilidade coreana, o que resulta em uma variedade de peças para o dia e peças outerwear que representam um verdadeiro choque de estilos, mas que funciona. Elas também misturam detalhes militares, utilitários e casuais, o que chamam de “unconventional bespoke clothing".


A Besfxxk mistura diferentes peças para criar um novo look

Imagine um trench coat com estampa de leopardo ou uma jaqueta com uma saia de tule presa. "Nós gostamos de misturar dois itens diferentes em um só lugar", diz Lim. “Nós tentamos transformá-lo e deixa-lo novo. Mesmo assim, sempre começamos com um trench coat. É como o ingrediente básico quando você cozinha, é muito simples, mas tem muita história e função por trás”.

Lim diz que a marca está em sua sexta coleção e que já esteve no LDS anteriormente, e voltou por causa da “visibilidade” que o evento proporciona à marca. A oferta high-end (com preços em torno de 500 e 1.000 euros) já está disponível na Selfridges, Barneys New York e Bergdorf Goodman.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ÓculosSalões de Moda
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER