×

Lojas Renner: companhia suspende demissões sem justa causa

Publicado em
26 de mar de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A Lojas Renner S.A., detentora das marcas Renner, Camicado, Youcom e Ashua, tomou a decisão de não demitir, por tempo indeterminado, colaboradores sem justa causa. A iniciativa, que ocorreu simultaneamente ao fechamento de todas as lojas físicas da companhia, no dia 20 de março, busca a preservação de empregos neste momento de crise em consequência da pandemia de Covid-19.


Lojas Renner suspendeu as demissões - Divulgação

 
“Desta forma, preservamos tanto a segurança de nossos colaboradores e clientes, como os empregos da nossa equipe. Estamos empenhados em fazer o que estiver ao nosso alcance para garantir o bem-estar de todos”, diz Fabio Faccio, diretor presidente da Lojas Renner.
 
Para os colaboradores que trabalham em loja, a Lojas Renner deu a orientação de compensar horas ou concedeu férias. Os times administrativos estão, em quase sua totalidade, atuando em regime de home office. Os centros de distribuição e as centrais de atendimento funcionam com quadro reduzido, seguindo todas as medidas de segurança e higiene. 

Com o objetivo de manter os empregos, a Lojas Renner fez reduções drásticas de uma série de despesas, bem como a reavaliação de investimentos.

Paralelamente, a companhia está se mobilizando para atender às necessidades urgentes de hospitais que atuam na luta contra o coronavírus. Por meio de seu braço social, o Instituto Lojas Renner, R$ 4,1 milhões estão sendo destinados para custear a aquisição de suprimentos básicos e fundamentais no tratamento da doença e para conter sua disseminação.
 

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.