Loja da Christian Dior é vandalizada por manifestantes em Paris

A loja Christian Dior da Champs Elysées foi uma das muitas lojas de luxo saqueadas durante os protestos realizados no último fim de semana em Paris.

 

Foram divulgados videos na Internet de um grupo de manifestantes invadindo a loja no sábado, quando milhares de pessoas protestaram na avenida mais famosa avenida da França contra os recentes aumentos nos impostos sobre a gasolina e o óleo diesel.

Cerca de 30 lojas tiveram suas janelas quebradas e foram saqueadas no fim de semana, incluindo a da Givenchy, localizada na rua François 1er, adjacente à avenida Champs Elysées.
 
Milhares de manifestantes, liderados pelo movimento conhecido como Gilets Jaunes (Coletes amarelos) -  coletes de seguranças que os motoristas devem obrigatoriamente usar em caso de acidente - marcharam no centro de Paris no sábado, construíram barreiras, e enfrentaram a polícia paramilitar de pulverização de gás lacrimogêneo, CRS.
 
No vídeo é possível ver uma gangue de cerca de 20 pessoas mascaradas ou com capacetes - muitas delas usando jaquetas amarelas - saqueando a loja da Dior localizada no número 52 da Champs Elysées. O indivíduo que gravou incidente em seu celular, comenta no vídeo postado pela TV Buzzinfo: “Não, não, não. Por quê? Isso não está certo”, enquanto os vândalos, homens e mulheres, saem com os braços cobertos de jóias, perfumes e maquiagem.
 
Na sequência do ataque, a Dior apresentou um processo contra indivíduos desconhecidos. Estima-se que os danos excedam um milhão de euros.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - DiversosDistribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER