×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de out. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Lista Best Global Brands mostra o bom momento da indústria do luxo

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de out. de 2021

O luxo continua a sua recuperação da pandemia e um novo ranking de marcas divulgado na quarta-feira (20 de outubro) mostra as marcas de luxo que estão entre as melhores do mundo.


A Louis Vuitton é uma das marcas chave na Best Global Brands - Louis Vuitton


A lista Best Global Brands 2021 da Interbrand pode ter mostrado a Tesla como a marca de crescimento mais rápido de 2021 em geral, com um aumento sem precedentes de 184% no valor da marca. Mas o luxo – e especialmente a moda – foi o setor com melhor desempenho desta vez. E a Interbrand revela que a LVMH teve uma pontuação particularmente boa.

A marca Sephora (no número 100) foi na realidade a única nova entrada no ranking este ano, mas a sua adição faz da LVMH a maior entidade do grupo na tabela. E é a primeira a ter cinco marcas na tabela das Melhores Marcas Globais (Best Global Brands) – com a Sephora formando um quinteto ao lado das muito mais elevadas Louis Vuitton (#13), Dior (#77), Tiffany & Co (#92) e Hennessy (#95). 

A Vuitton é na realidade uma das duas únicas marcas de luxo presentes na lista desde o início do estudo há mais de duas décadas e, para além de ter sido a única marca de luxo a chegar ao Top 20, entrou agora também no Top 15. Isso também faz dela a marca de luxo mais valiosa do estudo. 

Com a Dior e Tiffany ambas em ascensão e mesmo sendo duas marcas não pertencentes à LVMH, com a Hermès e a Prada aumentando até 20% no valor da marca, este é claramente o ano do luxo.

Isto também pode ser visto quando se observam os resultados específicos de cada país. Por exemplo, as duas primeiras marcas no Reino Unido são a HSBC e Land Rover, mas atrás delas, em terceiro lugar, está a Burberry. Entretanto, na França, as líderes são Louis Vuitton, Chanel, e Hermès, com L'Oréal em quarto, seguida de Cartier, Dior e Sephora em sétimo a décimo lugares. Na Itália, as três primeiras marcas são Gucci, Ferrari e Prada.

Apesar disso, a tecnologia domina o Top 10 global, sem alterações nos três primeiros lugares da Apple (#1), Amazon (#2) e Microsoft (#3). As três primeiras marcas representaram um terço (33%) do valor total da tabela este ano.

E as 100 principais marcas no seu conjunto estão agora avaliadas em 2,67 bilhões de dólares – 15% acima de 2020 – a maior taxa de crescimento registrada na lista das Best Global Brands da Interbrand.

Também figuram de forma proeminente no ranking duas marcas mídia que são extremamente importantes para os segmentos da moda, beleza e luxo – Facebook e Instagram (que também é propriedade da Facebook). Estão no número 15 e 19, respectivamente, com aumentos de 3% e 23%.

Os resultados do relatório são alcançados, utilizando três peças-chave de análise, incluindo o desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca; o papel que a marca desempenha nas decisões de compra; mais a força competitiva da marca e a sua capacidade de criar fidelidade e, portanto, demanda e lucro sustentável no futuro.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.