×
167
Fashion Jobs
Publicado em
7 de abr de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Levi Strauss investirá 3 milhões de dólares na luta contra o COVID-19

Publicado em
7 de abr de 2020

A Levi Strauss & Co. - associada à marca Dockers, uma divisão da Levi Strauss & Co., disponível em 60 países de seis continentes -, optou por uma abordagem local para apoiar a crise provocada pelo o novo coronavírus. Em comunicado direcionado às equipes, Chip Bergh, presidente e CEO do grupo californiano, líder mundial em jeans, explicou que os seus escritórios de todo o mundo doaram cerca de 10.000 máscaras e estão a explorar as capacidades de produção nesta área.

"Ouvimos muitos de vocês perguntarem o que a Levi Strauss & Co. fez para ajudar a responder à crise", escreveu o CEO. "Sabemos que a nossa resposta irá evoluir à medida que o impacto da pandemia continuar, mas, para começar, estamos comprometendo 3 milhões de dólares em esforços de apoio, centrados nos trabalhadores, parceiros e colaboradores da cadeia de abastecimento".


Chip Bergh , presidente e CEO da Levi Strauss - Levi Straus & CO


Em termos concretos, o grupo apoia as atividades das equipes dentro da fundação Red Tab, o que lhe permite ajudar seus colaboradores em assuntos como a saúde, aconselhamento financeiro, acolhimento de crianças, gestão de dívidas, etc.

A Levi Strauss dedica recursos à outra fundação, a Levi Strauss Foundation, criada em 1952, que "se concentra no apoio a organizações de ponta, em defesa de pessoas marginalizadas que são provavelmente as mais afetadas". A fundação apoia organizações nos EUA, mas também em todo o mundo.

O grupo declarou defender os "Chineses pela ação afirmativa", o que diz diretamente respeito a algumas das suas equipes que combatem o racismo contra os chineses-americanos, no contexto da crise do novo coronavírus.

A Levi Strauss apoia, ainda, a ação da Vision Spring, que ajuda os agentes industriais na transformação temporária das suas instalações de produção, para satisfazer as necessidades das comunidades de cuidados de saúde, como associações na Califórnia, na Índia, ou mesmo com um impacto global, como Médicos Sem Fronteiras.


Levi Strauss investirá 3 milhões de dólares na luta contra o COVID-19


O grupo explicou também que criou um mecanismo para apoiar as ações das suas equipes. As doações dos colaboradores têm sido apoiadas pelo grupo, para organizações internacionais, bem como para associações como a Convivial em Bruxelas, a Spark em São Francisco e a Give2Asia, que trabalha com profissionais de saúde na Ásia.

Por último, o grupo americano explica a sua preocupação com os trabalhadores dos fornecedores. "A Fundação Levi Strauss está trabalhando com organizações parceiras em vários países fornecedores, para ajudar a conter o impacto imediato do COVID-19, na cadeia de abastecimento de vestuário", disse Chip Bergh. "Isto incluirá uma série de subvenções destinadas a apoiar a saúde pública e a segurança alimentar dos trabalhadores das fábricas, em especial das mulheres mais vulneráveis aos choques econômicos".

A Levi Strauss & Co., foi fundada em São Francisco (Califórnia), em 1853, por um negociante judeu-alemão que se nacionalizou americano para fugir ao holocausto durante a Segunda Guerra Mundial. A empresa foi a primeira no mundo a fabricar blue jeans
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.