×
Publicado em
21 de jun. de 2022
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Lancel volta à lucratividade

Publicado em
21 de jun. de 2022

Há quatro anos, a Lancel foi adquirida pelo  grupo italiano Piquadro, especializado em artigos de couro, e voltou à lucratividade no ano fiscal 2021/22, encerrado em 31 de março.


Lancel tote bag - DR


A marca de artigos de couro com sede em Paris registrou um lucro líquido de 400.000 euros no período, comparado a um prejuízo líquido de 2,2 milhões de euros no ano anterior. Este prejuízo, no entanto, atingiu 7,8 milhões de euros e 12,8 milhões de euros em 2020 e 2019, respetivamente.

Com 60 milhões de euros em vendas no ano fiscal 2021/22, um aumento de 26,3% em relação ao ano anterior, a Lancel responde atualmente por 40% das vendas da Piquadro. A controladora, que também detém as marcas de artigos de couro Piquadro e The Bridge, registrou vendas de 149,4 milhões de euros no ano fiscal 2021/22, um aumento de 31,7%. No período, o seu Ebitda atingiu 25,3 milhões de euros, ante 10,5 milhões um ano antes.

O grupo italiano gerou 46,4% de suas vendas na Itália, 50% na Europa e pouco menos de 3,6% de suas vendas no mercado externo.

Depois de reposicionar a Lancel por quase quatro anos, Piquadro agora busca intensificar os negócios de exportação da marca parisiense. Além de seus varejistas, Lancel possui 78 boutiques, das quais cerca de 60 estão localizadas na França. A marca está particularmente procurando se expandir na China, onde se estabeleceu em 2019 via Tmall e desde então abriu uma shop-in-shop na Galeries Lafayette de Pequim.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.