×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de out. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

L'Oréal fechará lojas nos Estados Unidos

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de out. de 2020

Segundo a Bloomberg, a L'Oréal planeja fechar lojas nos Estados Unidos a fim de reestruturar as atividades de sua divisão de luxo (Lancôme, Kiehl’s, Yves Saint Laurent ...). Essa reorganização, que ocorrerá nos próximos seis meses, afetará 400 funcionários, alguns dos quais serão remanjados.


L'Oréal reestrutura sua divisão de luxo nos Estados Unidos - AFP


Diante das mudanças nos hábitos de compra dos americanos, que frequentam cada vez menos as lojas físicas, a divisão de luxo da L'Oréal US investirá, portanto, em áreas de alto crescimento, como o e-commerce e o digital de maneira mais geral.
 
Em 2019, a gigante global da beleza, L’Oréal, sofreu uma queda de 0,8% nas vendas nos Estados Unidos, para 7,5 bilhões de euros. Um declínio agravado pela epidemia de coronavírus desde o primeiro semestre de 2020, uma vez que as vendas da L'Oréal na América do Norte caíram 15,2% no período. Com o uso obrigatório de máscaras e o confinamento, maquiagem e perfumes são segmentos mais afetados pela crise.

No entanto, a L'Oréal não o único player global de beleza a se reestruturar para enfrentar a crise. O grupo americano de cosméticos Estée Lauder anunciou em agosto o corte de 1.500 a 2.000 empregos, bem como outras medidas de economia após um trimestre marcado por uma queda acentuada no número de visitantes em suas lojas durante a pandemia do coronavírus. Medidas que dizem respeito principalmente à Europa, Médio Oriente, África e América do Norte.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.