×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

L'Oréal acelera recuperação das vendas dos produtos de beleza

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de abr. de 2021

O grupo francês de beleza, L’Oréal, proprietário de marcas como Lancôme e Kérastase, anunciou na quinta-feira (16) que acelerou a recuperação nas vendas no primeiro trimestre, graças ao forte crescimento na China e à demanda online por produtos de beleza.


Photo: Lancome


A empresa já havia começado a se recuperar do pior impacto da pandemia COVID-19 nas receitas, à medida que os varejistas reabriram suas lojas em grande parte da Ásia e com os compradores recorrendo cada vez mais ao e-commerce para comprar cremes faciais e tinturas de cabelo.

A L'Oréal disse que as vendas alcançaram 7,6 bilhões de euros (9,1 bilhões de dólares) no trimestre encerrado em março, um aumento de 10,2% em dados comparáveis, o que exclui o efeito das aquisições e mudanças cambiais. O resultado superou a previsão dos analistas da Jefferies, de 8,7%, embora o intervalo de expectativas tenha variado amplamente.

A Europa Ocidental teve um desempenho inferior ao de outras regiões, uma vez que as lojas não essenciais e redes de beleza seguiram fechadas para enfrentar a pandemia em países como França e Itália.

A divisão de produtos de consumo de massa da empresa, que vende marcas como Maybelline, também ficou atrás de outras unidades, devido à grande oferta de produtos de maquiagem, cuja demanda é lenta em comparação com a de outros produtos como os de cuidados com a pele, segundo a L'Oréal.

O CEO da L'Oréal, Jean-Paul Agon, disse em um comunicado que a empresa está no "modo de espírito de luta" e investindo no lançamento de novos produtos, e acrescentou que o grupo está confiante de que poderá aumentar as vendas e os lucros em 2021.

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.