Kontoor, proprietário da Wrangler e Lee, supera estimativas de lucro

A empresa especializada em jeans, Kontoor Brands Inc., proprietária de marcas como Wrangler e Lee, anunciou na quinta-feira (8) que superou suas estimativas de lucro trimestral, graças aos esforços para reduzir os custos após a separação da VF Corp. Após o anúncio, as ações da empresa subiram mais de 13%.


Com queda de 6% na receita e aumento de 40% no lucro, os executivos da fabricante dos jeans da Lee e Wrangler também disseram que estão considerando a possibilidade de deixar os mercados não lucrativos. - Lee Jeans

Apenas alguns meses após concluir sua separação da Vans, a empresa informou que seus custos totais e despesas operacionais caíram cerca de 5% no segundo trimestre, à medida que também simplificou a cadeia de suprimentos.

Com queda de 6% na receita e aumento de 40% no lucro, os executivos da fabricante dos jeans da Lee e Wrangler também disseram que estão considerando a possibilidade de deixar os mercados não lucrativos se necessário e buscar oportunidades em novos mercados.

O lucro líquido da companhia foi de 96 centavos por ação e superou as estimativas dos analistas de 67 centavos, enquanto a receita líquida ajustada de 602,4 milhões de dólares ficou em torno de 10 milhões de dólares acima das previsões, segundo dados IBES da Refinitiv.

"As medidas de reestruturação e redução de custos que tomamos estão dando frutos e estabelecendo as bases para uma melhor lucratividade no segundo semestre de 2019", declarou o CEO da empresa, Scott Baxter, em um comunicado.

A popularidade da Lee na China deu à Kontoor uma forte base para lançar a Wrangler no país no ano que vem, mas manteve a expansão da produção, permitindo que ela evite os riscos das tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos e as tarifas resultantes. A empresa possui fábricas no México, Bangladesh e Estados Unidos.

A empresa disse que espera que as vendas da Wrangler, que foi duramente atingida pela falência da Sears em outubro, acelerem no segundo semestre do ano, impulsionadas pelo hit "Old Town Road" do rapper Lil Nas X, que menciona o jeans.

“Se você olhar para o cenário do denim nos Estados Unidos, as marcas mais fortes são Levi's e American Eagle porque suas mensagens são muito fortes e falam diretamente com os consumidores millennials”, disse Jessica Ramirez, analista da Jane Hali & Associates. "Mas há espaço para Lee e Wrangler crescerem e conquistarem uma audiência.”

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

DenimNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER