×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de set. de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Koché reinterpreta clássicos e lança cápsula com Tinder

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
29 de set. de 2021

Uma verdadeira "celebração da moda". Foi assim que Christelle Kocher, fundadora e diretora artística da Koché, definiu o desfile de moda, apresentando a sua última coleção, "Magic Hands". Um espetáculo ao ritmo do Massive Attack que sonhou com o próximo verão, invadindo com cores os luxuosos quartos do prestigioso hotel Shangri-La Paris, localizado no 16.º arrondissement da capital francesa. Sem dúvida, uma aposta segura para um quadro de opulência e brilhos dourados que enquadrou uma coleção "mais refinada e elevada do que nunca", onde a Koché optou por revisitar peças de vestuário essenciais sob uma estética de "novos clássicos".


Koché veste-se de festa e conforto - Koché


O desejo de se arrumar novamente, mas sem perder o conforto incorporado nos últimos meses, funcionou como fio condutor de uma coleção mista, festiva e otimista. Peças frescas e simples, que ainda são emblemáticas e características da marca francesa, voltaram a ocupar um lugar central como parte do "DNA" da marca parisiense fundada em 2015. Camisas estampadas em tons pastel ou em uma versão com capuz, com lantejoulas de cor rosa pó descontraída, calções até os joelhos que lembram o mundo do boxe, calças largas num corte descontraído, ou leggings muito ajustadas sublimadas quando combinadas com blazers com decotes infinitos ou tops estruturados.

A feminilidade da marca na área da suntuosidade fazia lembrar o glamour dos anos 30, sem falta de vestidos curtos festivos com ombros arquitetônicos ou propostas de malha longa em degradé de tons solares. Bordados, penas de avestruz, organza de seda e a renda de assinatura da vencedora do prêmio ANDAM de 2019 completaram os detalhes dos vestidos assimétricos, tops ou mesmo túnicas e capas curtas. A Koché também revelou discretamente o seu logotipo "monogram", escondido em algumas peças de vestuário brancas de trabalho aberto. Entre os acessórios, flores delicadas combinando com o visual destacaram-se nas mãos de algumas das modelos, bem como a imposição de chapéus escuros e chinelos de penas.


Leggingsmuito ajustadas são combinadas comblazerscom decotes infinitos outopsestruturados - Koché


"É um regresso à emoção, ao encontro e à partilha da moda. Para mim é um momento de poesia e toda a equipe está muito feliz e orgulhosa de compartilhar esta coleção em formato físico com o público, jornalistas e compradores", comentou Christelle Kocher depois do seu desfile, mas não antes de brincar e dar as boas-vindas aos jornalistas no seu "salão" improvisado num terraço do hotel. "Queria celebrar o vestir, o artesanato, as coisas bem feitas. Eu queria realmente celebrar a alta-costura e senti que era muito importante voltar ao básico", disse a designer, que é também diretora criativa da Lemarié, citando bordados feitos à mão, flores de organza e a reinterpretação de peças contemporâneas com elementos tradicionais como exemplos. "Considero muito importante ser inspirada por técnicas do passado, do legado da moda, e apresentá-las no presente com os olhos no futuro", continuou sobre a importância de criar "alianças" com a história.

Ligações que também tomaram a forma de colaboração contemporânea. A surpresa do desfile surgiu à imagem de um pequeno logotipo na parte superior esquerda de uma T-shirt preta de grandes dimensões com um ombro exposto, revisitado sob a forma de um vestido de cocktail com penas de avestruz vermelhas e pretas. O desenho reconhecível de uma pequena chama, sob a qual se lê "Koché x Tinder", revelou o lançamento de uma coleção-cápsula entre a marca Christelle Kocher e o aplicativo de relacionamento. Uma linha sem gênero de oito peças de vestuário, que representa a incursão da Tinder no campo da costura e inclui um vestido, camisas, foulard e boné.


Koché lança coleção-cápsula com o aplicativo de relacionamento, Tinder - Koché


Uma série de peças com um estilo simples, fluido e um posicionamento mais acessível do que a empresa francesa está habituada, com preços que variam entre os 50 e os 245 euros. Disponível numa seleção de lojas físicas e através do website da Koché com remessas internacionais (para Espanha, Reino Unido, Itália, Japão, EUA e Alemanha) desde 28 de setembro, a coleção dedicará os seus lucros ao projeto Casa 93 da associação ModaFusion. Localizada em Seine Saint-Denis, escola de moda próxima a Christelle Kocher que promove a formação de talentos emergentes de diversas origens.

"A força desta coleção reside na forma como encarna uma geração com muitas faces", disse a diretora criativa da Koché, ressaltando a sua satisfação em colaborar com um aplicativo "enraizado na cultura pop" e representando "a era atual e os valores que são importantes para nós, tais como a inclusão e a diversidade".

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.