×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
24 de jan. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Kenzo: Nigo estreia com flores e finesse

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
24 de jan. de 2022

A grande estreia desta temporada de moda masculina parisiense foi a de Nigo para a Kenzo, na manhã de domingo (23 de janeiro), e a primeira coleção do designer de culto japonês para a maison nascida no Japão foi certamente feita com finesse e flores.
 
As flores estão no coração desta marca, a mais memorável na mente popular com Kenzo Flower, cuja assinatura se fez sentir ao longo deste desfile.


Coleção Kenzo para o outono-inverno 2022 apresentada em Paris - Kenzo

 
Encenado mesmo ao fundo da rua da sede da Kenzo, no interior da mais bela passagem de Paris, a Galerie Vivienne de 199 anos, o desfile atraiu uma grande multidão de fãs da moda e influencers do Instagram. Que entraram num overdrive quando Kanye West e o seu parceiro de design Nigo, Pharrell Williams, chegaram, mesmo que por esta altura o par já pareça ser o rent-a-rappers da LVMH, uma vez que assiste a tantos dos desfiles do conglomerado.
 
Um outro frenesi ocorreu dentro da galeria, quando os paparazzi se esforçaram por fotografar as celebridades, e os seguranças lutaram para esvazir a passarela. Num gesto generoso, Nigo providenciou a todos os convidados um novo cobertor com o logotipo vermelho e branco, de que a maioria das pessoas precisava para se confortar. Apesar do frio, e mesmo usando uma máscara PPF8, ainda se podia discernir o cheiro doce da ganja à medida que a audiência se acalmava e os primeiros looks apareciam.

Nigo tocou inteligentemente em todos os temas clássicos de Kenzo. Começando com fabulosos casacos de manta em xadrez femininos e masculinos em um desfile de coautoria. Antes de mostrar partituras de flores; de jeans e lenços de pescoço com estampas ingênuas; botas de pele de bovinos funky; e gilets de seda encantadores para jovens senhoras cool.
 
O melhor de tudo: captou a forma como o fundador conseguiu incorporar a sensibilidade japonesa com o estilo parisiense, tal como na aplicação de múltiplas medalhas militares falsas nas peças. A mais encantadora loja de medalhas militares da cidade encontra-se a 100 metros de distância, no Palais Royal.
 
A tradição lúdica de Kenzo Takada também foi mantida em série de estampas de croquis de moda, e em todo o tipo de boinas, desde boinas de golfe a de artistas, passando pelas de militares dândis.


Coleção Kenzo para o outono-inverno 2022 apresentada em Paris - Kenzo


Nigo juntou-se a Kenzo com uma reputação de destaque, graças à sua insider marca urbana A Bathing Ape. Também fez coleções colaborativas com a Fendi e Louis Vuitton, marcas emblemáticas da LVMH. Foi Nigo quem apresentou Virgil Abloh a Michael Burke, levando à nomeação final de Abloh na Vuitton. E, com efeito, Nigo foi o primeiro DJ a lançar uma marca de moda credível, e assim o precursor de todo um movimento.
 
O antecessor de Nigo na Kenzo – o açoreano Felipe Oliveira Baptista – tinha sido criticado por  te-la reduzido a uma marca de estampas de tigre, o grande felino tão onipresente em malhas. Mas o novo designer pelo menos levou o tigre para um sítio novo com casacos de basebol tipo couture e camisolas après-ski.
 
A maison de Kenzo já foi famosa pela sua alfaiataria, uma tradição perdida na última década. Por isso, foi admirável ver Nigo a relançar o Príncipe de Gales, ternos xadrez e com riscas. Por isso mesmo, escondeu a maioria em mini quimonos, o que não foi inteligente. Além disso, apresentou toda uma série de parkas acolchoadas – uma tendência terrível vista em muitos desfiles desta temporada – que resultou como uma ofensa aos direitos estéticos.
 
Fora isso, esta representou uma primeira e poderosa exibição de Nigo, que se inseriu no DNA da marca mesmo quando este lhe acrescentou o seu próprio toque de DJ. Talvez não tenha sido um home run, mas mesmo assim foi um grande começo.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.