×
Publicado em
3 de jul de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Johnson & Johnson e Grupo Boticário são as melhores grandes empresas para mulheres trabalharem no Brasil

Publicado em
3 de jul de 2020

Johnson & Johnson, Accor e Grupo Boticário são as três melhores grandes empresas para mulheres trabalharem no Brasil. O reconhecimento foi dado pela GPTW (Great Place To Work), na quarta edição do prêmio GPTW Mulher. O Grupo Boticário ficou com a terceira posição, a melhor entre as empresas brasileiras que concorreram ao prêmio. O objetivo da iniciativa é reconhecer as empresas com as melhores práticas do mercado de incentivo à liderança feminina.


Grupo Boticário: entre as melhores empresas para as mulheres trabalharem no Brasil - Divulgação


"O Grupo Boticário acredita na beleza das relações e valoriza a multiplicidade entre seus colaboradores. Mais do que respeitar a diversidade, vemos as diferenças como alavancas de inovação e crescimento e a valorização da equidade de gênero sempre esteve presente na nossa empresa, desde a primeira franquia, que foi fruto do empreendedorismo de uma mulher", afirma, em nota, Renata Gomide, diretora de marketing do Grupo Boticário e responsável por receber o prêmio em nome da companhia.

Hoje, em torno de 70% dos cargos de gestão do Grupo Boticário são ocupados por mulheres. O compromisso da companhia é manter a alta participação das mulheres na liderança. Entre as iniciativas para continuar promovendo maior equidade, o Grupo Boticário lançou em 2019 cinco grupos internos de afinidade, sendo um para cada dimensão da estratégia de Diversidade e Inclusão da companhia: Pessoas com Deficiência, LGBTI+, Gerações, Etnia e Raça e Equidade de Gênero. A ideia é ouvir sugestões para a partir delas promover políticas que ampliem a participação de todos e todas no negócio do Grupo de uma forma que a conexão com nossos consumidores também seja fortalecida.

Esta edição do ranking do Great Place To Work contou com 575 empresas inscritas, que, para concorrer a uma posição do ranking, deveriam cumprir com alguns critérios como ter no mínimo: 100 colaboradores, 15% de mulheres no quadro geral e 15% nos cargos de gestão. As premiadas têm, em média, 40 anos de existência e 34 delas têm operações no exterior. Os setores da economia que mais concentram organizações que se destacam pelo ambiente de trabalho equânime em termos de gênero são: Serviços Financeiros e Seguros (15 empresas), Tecnologia da Informação (11), Serviços Profissionais (9) e Serviços de Saúde (9).

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.