×
Publicado em
13 de nov de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

JHSF registra crescimento de 87,4% no lucro líquido no terceiro trimestre

Publicado em
13 de nov de 2020

A JHSF Participações S.A. - líder no setor imobiliário de alta renda no Brasil e atua no desenvolvimento e administração de shopping centers, hotéis de alto padrão e aeroporto executivo internacional - anunciou que, no terceiro trimestre, registrou crescimento de 87,4% no lucro líquido consolidado, para 176 milhões de reais.

O resultado se deve graças ao segmento “Incorporação”, que,  segundo a empresa, manteve sua atividade comercial intensa, e registrou aumento da receita com crescimento das vendas no empreendimento Fazenda Boa Vista. O EBITDA ajustado consolidado cresceu 232,5% no período, para 229 milhões de reais, com margem de 64,4% (27,03 p.p.) e a receita bruta aumentou 87,1%, atingindo 377,4 milhões de reais.


O centro comercial Boa Vista Market foi lançado no terceiro trimestre, dentro da Fazenda Boa Vista. - JSHF


Como era esperado, o segmento "Renda Recorrente" - que compreende a unidade de negócios shoppings: com as operações de shopping centers, serviços (administração, estacionamentos e fornecimento de energia e telecomunicações); e-commerce, e operação de marcas internacionais de alto luxo - foi impactado pelo fechamento temporário de seus estabelecimentos em decorrência da pandemia de Covid-19.

A receita bruta do segmento foi de 41,6 milhões de reais (-24,4%), com receita líquida de 34,9 milhões (-26,6%). As vendas totais caíram 16,6%, para 494 milhões de reais, com queda de -14,3% nas vendas em mesmas lojas (-22,1 p.p.). A taxa de ocupação, por sua vez, diminuiu 0,3 p.p, com custo de ocupação reduzido em 0,4 p.p. Em relação ao lucro bruto, este foi de 26,2 milhões (-16,4%), com margem de 75,0% (9,2 p.p), e o EBITDA ajustado totalizou 10,8 milhões de reais (-56,6%), com margem de 31,0% (-21,3 p.p.).  

Ao final do terceiro trimestre, todos os shopping já estavam abertos, ainda que operando com restrições e, de acordo com a JHSF, "ao longo dos meses do 3T20 foi possível observar recuperação no nível de vendas e fluxo nos Shoppings".

Em comunicado, a JHSF, que além de seus shoppings físicos conta com o e-commerce CJ Fashion, lançado há um ano, explicou que intensificou sua estratégia digital no terceiro trimestre, com o canal registrando incremento de novas marcas (+40,8%), totalizando mais de 400, aumento nos pedidos (+87,2%), bem como nas vendas (+145,9%), em comparação com o terceiro trimestre de 2019.

O portfólio de shoppings da JHSF inclui Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, Shopping Bela Vista, em Salvador, Shopping Ponta Negra, em Manaus, Catarina Fashion Outlet, em São Roque, e Boa Vista Market, um centro comercial a céu aberto lançado no terceiro trimestre, com 825m2 de ABL dentro da Fazenda Boa Vista, no interior de São Paulo.  

A empresa está se preparando para inaugurar até o final de novembro seu novo modelo de centro comercial, Cidade Jardim Shops, no bairro Jardins, em São Paulo, com cerca de 6.500 m2 de ABL, que irá operar no modelo de grandes lojas de departamentos, como a Galeries Lafayette, na França, com andares separados por departamentos.

Em julho, a JHSF adquiriu por cerca de 157 milhões de reais um terreno, de aproximadamente 34,5 mil metros quadrados em São Paulo, de frente a Marginal Pinheiros e a Ponte Estaiada, bem próximo ao Shopping Cidade Jardim, onde irá desenvolver um novo “projeto multiuso, contemplando torres residenciais de alto padrão”, cujo valor geral de venda é estimado em 1,5 bilhão de reais, além da área do shopping center. A empresa ressaltou que a transação será desembolsada em 2023 e valor será corrigido anualmente pelo IPCA até o vencimento.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.