×
879
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Jean Patou passa a se chamar Patou

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 29 de mai de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Patou: um nome curto, rápido e simples. Seu som é quase familiar, divertido e caloroso. Sai "Jean", o nome do fundador da marca francesa de alta-costura e fragrâncias. Jean Patou se torna Patou e redesenha sua imagem.


 


Depois de assumir o controle da marca histórica em 2018, o gigante do luxo LVMH está acelerando o seu relançamento. Não sem antes levar consigo o nome do emblemático perfume "Joy", da marca, cedido à Dior recentemente. Tornou-se uma prática comum para as marca de alta-costura retirar os nomes de seus criadores-fundadores, uma vez que não estão mais vinculados. Isso aconteceu com Dior - Christian Dior, Chanel - Coco Chanel, Versace - Gianni Versace, Saint Laurent - Yves e Maison Margiela - Martin.

Uma maneira de perpetuar a marca, dando-lhe um status de marca global. Sem mencionar que um nome mais curto é mais reconhecível e eficaz para aplicar em todas as linhas de produtos. Isto parece particularmente adequado para Patou. ”Patou como um apelido, uma palavra, um amigo, um convite”, disse a marca em um comunicado.

"Uma onomatopéia que amamos repetir. Um apelo reconhecível, um je-ne-sais-quoi que se parece com você. Patou, é Patou!”. A marca também adotou um novo logotipo, muito legível, em grandes letras pretas sobre um fundo branco. "Um novo logotipo inspirado nos arquivos da marca, para trazê-la à uma nova era”.


Photo: Patou


Para redesenhar essa nova identidade, que é divertida e atraente, foram feitos mini-filmes onde o nome Patou é repetido em tons diferentes em pequenas cenas divertidas. Um gato, nomeado de Patou, usa uma fita da marca em volta do pescoço. Doces "Patou" desaparecem de vista enquanto uma voz sussurra "J'adore ce truc” (“Eu amo essa coisa”). Uma palavra cruzada é preenchida diante da lente com uma única palavra repetida: Patou.

Para liderar o novo projeto, a LVMH nomeou Sophie Brocart como CEO em outubro do ano passado. A executiva foi anteriormente chefe da Nicholas Kirkwood, outra marca do grupo LVMH. A direção criativa foi confiada a Guillaume Henry, ex-Nina Ricci e ex-Carven. O designer apresentará sua primeira coleção de prêt-à-porter feminino em Paris em setembro.
 
Patou é o novo grande projeto do gigante de luxo francês ao lado de Fenty, de Rihanna, a nova marca criada em conjunto com a cantora, que acaba de ser lançada em Paris.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.